Você confiaria seus dados estratégicos ao Google?

por Alexandre Fugita

[Google, don't be evil!] O Google acaba de lançar um pacote que concorre com soluções vendidas pela Microsoft e IBM. Trata-se do Google Apps for your Domain (aplicativos Google para seu site), que nada mais é do que algumas de suas melhores ferramentas (Gmail, Calendar, Google Talk e Page Creator) integradas para uso corporativo. Deve entrar em breve nesta lista o Writely e o Spreadsheets (editor de textos e planilhas on-line respectivamente). Dentro das organizações esses aplicativos são caminho freqüente de informações estratégicas.

O problema

A Microsoft e a IBM oferecem soluções corporativas de email, calendário e integração. A grande diferença de ambas para o Google, é que em geral a solução está implantada em servidores próprios das empresas que compraram o produto(*), ou seja, o controle delas sobre as informações é total. O e-mail, parte central da comunicação interna e externa da maioria das organizações, fica vulnerável se estiver em poder de terceiros. O mesmo vale para calendário, planilhas e documentos. Você confiaria seus dados ao Google?

Universidades

Aparentemente o Google é uma empresa confiável, e seus serviços fazem enorme sucesso entre usuários finais. Internamente o lema corporativo informal é Don’t be evil (não seja mal). O serviço lançado agora é uma extensão do que já existia antes (Gmail for your Domain, desde fevereiro) com a integração de outras ferramentas.

Segundo Dave Girouard, VP de negócios corporativos do Google, o Gmail já é utilizado por centenas de universidades para prover email aos seus alunos e colaboradores. Essa é uma forte indicação de que provavelmente não há o que temer em relação à segurança da informação. Resta ao Google Apps a difícil tarefa de convencer CIOs de que sua ferramente é confiável.

(*) a Microsoft possui uma suíte on-line de aplicativos chamada Windows Live.

Comentários do Facebook
12 comentários
  1. O Google realmente inspira confiança. Mas eu ficaria com os dois pés atrás e pensaria muito bem antes de confiar dados confidenciais da empresa à eles. ;)

  2. Acredito que estes aplicativos se destinam a usuários particulares, sem preocupação com privacidade e que desejem utilitários de fácil compartilhamento. Mas qualquer empresa séria jamais deveria pensar em usá-los, a não ser que ela não tenha nada a esconder de sua concorrente…

  3. Olá Roberto! É verdade. O Google por enquanto parece confiável. Acredito que não “queimariam o filme” pois essa confiança que temos neles é que possibilita sua receita. Mas um CIO realmente teria que ficar com preocupado.

  4. Ei Marco! Na verdade o foco desse lançamento é o mercado corporativo mesmo. Tanto é que futuramente será cobrado. No final creio que será mais barato e de fácil manutenção do que as soluções tradicionais. A questão é convencer as organizações de que isso é seguro.

  5. Office: cada vez mais prefiro o Google à Microsoft…

    Não, não sou ativista contra a Microsoft. Uso diariamente software deles mas encontrei substitutos muito bons para coisas como processador de textos, planilhas e calendário. O conceito de software do Google é bastante diferente daquilo que a Micros…

  6. Google Docs, o office on-line…

    (…)Uma questão importante que surge com os softwares on-line, é a confiança que depositamos na empresa que guardará essas informações, no caso o Google. Tudo estará acessível com um login e senha, por isso todo cuidado é fundamental.(…)

  7. […] Sobre o Mail Fetcher, existem blogs gringos por aí perguntando se as pessoas não estão se sentindo incomodadas em reunir todos seus serviços web no Google. O Fujita até tocou no assunto na época do lançamento do Apps for your Domain, lembrando uma fala do Dave Girouard do Google Enterprise: Segundo Dave Girouard, VP de negócios corporativos do Google, o Gmail já é utilizado por centenas de universidades para prover email aos seus alunos e colaboradores. Essa é uma forte indicação de que provavelmente não há o que temer em relação à segurança da informação. Resta ao Google Apps a difícil tarefa de convencer CIOs de que sua ferramente é confiável. […]

  8. Problemas de segurança atacam o Google…

    Já nem me surpreendo quando descobrem algum problema de segurança em softwares da Microsoft. São vários por mês. Só que a bola da vez agora é o Google. Nos últimos 17 dias, três problemas sérios de segurança foram descobertos. Na medida que …

  9. iPhone: softwares direto da web…

    O iPhone foi lançado e causou êxtase em um primeiro momento. Depois começaram as críticas e uma delas, o fato de não ser permitido a instalação de softwares de terceiros, torna tal gadget menos atraente. O leitores mais assíduos deste blog sabe…

  10. 10. Citação de Techbits em 24 fev 2007 - 15:23

    Google vs. Microsoft…

    Esse tema sempre gera polêmica. Mas é possível observar claramente a guerra em andamento. Na semana que passou a Google lançou o pacote Premier de sua suíte on-line Google Apps, voltada para pequenos negócios. Ao mesmo tempo dados mostram que o l…

  11. […] Não seria ótimo se todos os documentos corporativos estivessem embedados em páginas web e buscáveis através de tags, além dos métodos tradicionais? Usar Scribd e Slideshare resolveria o problema… em termos… pois a grande maioria desses documentos é confidencial. Nem uma conta corporativa com senha só para os colaboradores resolveria a questão. Como confiar em armazenamento on-line de informação sensitiva? […]

  12. […] quase dois meses perguntei se você confiaria seus dados ao Google. O motivo era o lançamento do Google Apps for Your Domain, uma suíte destinada às pequenas e […]

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email