Google vs. Microsoft

por Alexandre Fugita

[Google vs. Microsoft, imagem via GigaOm] Esse tema sempre gera polêmica. Mas é possível observar claramente a guerra em andamento. Na semana que passou a Google lançou o pacote Premier de sua suíte on-line Google Apps, voltada para pequenos negócios. Ao mesmo tempo dados mostram que o lançamento do Windows Vista teve impacto no uso de serviços on-line tanto da Microsoft quanto da Google. Uma nega que o alvo é a outra. Nenhuma admite que está com medo da rival. Ambas estão em guerra e isso é ótimo para nós, consumidores.

Google Apps vs. Microsoft Office e Exchange

Um dos grandes trunfos da gigante de Redmond é sua suíte office e seus servidores Exchange. São largamente utilizados por organizações ao redor do globo, grandes ou pequenas e geram enormes lucros à Microsoft. Daí que a Google resolve entrar neste competitivo mercado. Há alguns meses a empresa de Montain View lançou o Google Apps que agora ganha uma versão paga que concorre diretamente com os tradicionais produtos da corporação de Bill Gates. O Google Apps possui e-mail (concorre com Exchange e Outlook), documentos de texto e planilhas (concorre com o Office) e rumores indicam o lançamento de software similar ao Powerpoint. Cerca de 100 mil pequenos negócios e organizações estão usando a versão beta do sistema. Segundo a Forbes, empresas do porte da General Electric e Procter & Gamble estão realizando testes do serviço para possível adoção em larga escala. Claro, sempre surgem questões se é possível confiar dados estratégicos ao Google.

Impacto do lançamento do Windows Vista

A busca é o cerne da web. Sem ela tudo ficaria em prateleiras empoeiradas. O Read/ Write Web analisou o tráfego dos serviços de busca Live.com e Google.com após o lançamento do Vista (para empresas no final do ano passado) notou que a Microsoft está se dando bem com a inclusão do seu mecanismo de busca como o padrão no Internet Explorer. O usuário médio não muda – por preguiça ou desconhecimento – o sistema de pesquisa que o navegador utiliza. Como o Windows vem com IE7 e este possui uma barra de buscas direcionada para Live.com, o impacto de seu uso por usuários comuns é claramento percebido nos gráficos abaixo. A estratégia de incluir seus produtos nos desktops dos consumidores já deu certo uma vez e talveaz ajude o Live Search a ganhar alguns usuários.

[Gráficos Live.com e Google.com]

Comentários do Facebook
22 comentários
  1. Olá Alexandre!
    O Google anda comendo pelas beiradas como diz o ditado.
    Muitas pequenas e médias empresas já usam os produtos online do Google. E está na cara que ela quer o peixe grande.

    A Microsoft que, inicialmente, ainda tem um maior market share nas grandes empresas já sentiu o problema. E as grandes empresas também querem enxugar seus custos.

    Por isso, na minha opinião, eu acho que só quem pode ter a ganhar com isso será o consumidor final (como já lembrou você). O Google Apps foi uma boa investida da empresa e o “powerPoint” do Google também será outra.

    A minha curiosidade agora é com a qualidade dos serviços de ambos.
    Uma vez que a “busca” ainda é o setor primordial.

    Bom Post!
    Parabéns!

  2. Fala Neto!

    Pois é… a busca ainda é o “core business” do Google… ou seria a propaganda? hehehe! O que importa é que eles investem pesado na internet e acreditam piamente naquele idéia da web como plataforma. Estão criando (ou comprando) coisas que eu achava impossível poucos anos atrás. Ainda bem que existe competição e idéias inovadoras. Se um dia o domínio foi da MS, um outro dia poderá ser do Google e em um futuro pode ser de outra empresa que ainda nem existe. Gosto desta competição.

    Abraços!

  3. eu sou mais o google, hehehhe

    Falou!!!

  4. Ainda bem que existe competição e idéias inovadoras. Se um dia o domínio foi da MS, um outro dia poderá ser do Google e em um futuro pode ser de outra empresa que ainda nem existe. Gosto desta competição

    verdade, eles que se matem! :P

    no final das contas, quanto mais empresas na briga, mais beneficiados seremos nós, usuários finais. (:

    abraços!

  5. a tendência é a Google deixar de ser hype, e virar algo essencial e básico.

  6. Felipe,

    Eu também! Prefiro os inovadores aos seguidores.

    Mitchel,

    Essa é a essência da concorrência. Ainda bem que na era da informação novos entrantes tem mais chances do que na era industrial.

    Lucas,

    É verdade, tudo tende à comoditização. Só inovação diferencia os produtos e serviços.

    Abraços a todos!

  7. Ainda tenho a impressão que grandes empresas não adotam serviços do Google. Vejo o Google mais para pequenas e médias empresas.

    Ainda mais porque essas empresas ainda preferem serviços desktop a serviços online.

    Eu trabalhava na Volkswagen, e não havia nada online. Aliás, boa parte dessas empresas nem acesso a internet tem, acredite … lá, o acesso era só para gerentes e mesmo assim com um proxy que bloqueava praticamente tudo.

    Como lá dinheiro não é problema, eles preferem o comodismo das aplicações desktops.

  8. Lembram do ridículo espaço do hotmail antes do lançamento do Gmail?
    Lembram o que diziam os CEOS da Microsoft sobre a (IN)segurança do gmail?
    Lembram do alarde feito pela Microsoft sobre a entrada do Google no mercado de ações? Por tudo isto eu digo, a Microsoft está se borrando de medo do google pois este sim vem inovando a cada dia!

    Não podemos ficar totalmente dependentes do Goolge, pois serviços on-line tem código secreto, mas certamente se a Microsoft sentir o peso do Google como está sentindo talvez volte a inovar, digo, roubar idéia dos outros ou seja lá o que for, mas no final ou sairá do marasmo ou então o Tio Bill Gates vai mesmo é que mudar o foco de seus investimentos. Acho que ele vai precisar de mais umas duas guerras do Iraque (já que foi um dos financiadores da campanha de Bush) e uma das empresas que participam da “Reconstrução do Iraque” “Em nome da Liberdade”.

  9. Acredito que para o google conseguir esses peixes grandes, vai demorar muiiiito, pois no passado recente, empresa grandes investiam na estrutura das empresas e nos treinamentos dos funcionários para saberem usar pacote office e os produtos windows. Alguem já ouviu falar em curso para usar o Google Apps? Eu acho que essa guerra vai muito além de qualidade dos produtos, o buraco é mais embaixo, trata-se de cultura. O mundo da grandes empresas se resumo nos produtos Microsoft quando se fala em produtividade, passou disso é coisa de outro mundo.

    A Microsoft ganha nisso, ele implementou uma cultura forte nessas empresas. Acho que nenhum diretor vai pedir para o seu TI mudar as estruturas para usarem serviços On-line e treinar seus funcionários para usar essas ferramentas, nao compensa. Como já foi dito a cima e citado o exemplo, nem a Volkswagen dá acesso a internet para os seus funcionários, internet para o funcionário é sinonimo de baixa produtividade, de msn, paginas porno e agora de orkut.

    Isso pode ser mudado somente em anos e anos. Pode ser que o google ganhe os usuários em casa, mas nas empresas é bem dificil.

    flw

  10. Tonobohn,

    Talvez esse seja um paradigma que precisa ser quebrado: softwares em desktop vs softares na internet. O medo está na loacalização destes dados e nas regras do negócio que estarão armazenadas em algum lugar que não nas dependências físicas da empresa.

    Sérgio Luiz,

    A Microsoft é uma gigante que não consegue ser tão inovadora qto foi tempos atrás. Certamente ambas se respeitam e lá no fundo temem os passos da outra. O que podemos observar é que trabalham com visões quase opostas para solucionar o mesmo problema.

    Diego,

    Sim, esse é o estado da atual cultura corporativa. É possível que isso fique estagnado assim para sempre mas é mais provável que as coisas mudem insidiosamente até o dia que tudo isso será normal. Só o tempo dirá, mas concordo plenamente com vc que hoje em dia nenhuma grande adotará grandes mudanças em TI por causa do Google Apps.

    Abraços a todos!

  11. […] fiquei muito feliz ao saber disso pelo Futuro.vc. Como eu já havia comentado no Techbits, eu quero mais é que essas empresas se matem na disputa pelo mercado, e quanto mais oferecendo […]

  12. Alexandre, temos que dar bônus à criatividade. O Google adora aprimorar, enfeitar e receber os louros, porém a massa não recebe pelos previlégios. Sou da mesma opinião do Diego.

    Sabe que, olhando para o bom de chegar aqui atrasada; quando os posts já rolaram – não estou desmerecendo a postagem – é ler os comentários. UP!

    Beijus

  13. Oi Luma!

    Concordo em parte com o Diego também. Sei que as empresas não vão mudar do dia pro outro para uma aplicação on-line. São muito conservadoras, mas acho que isso muda nos próximos anos.

    Sim, às vezes é bom chegar atrasado e ler a discussão, hehehe!

    Abraços!

  14. Alguem já ouviu falar em curso para usar o Google Apps? Eu acho que essa guerra vai muito além de qualidade dos produtos, o buraco é mais embaixo, trata-se de cultura.

    Diego, o problema em questão chama-se inércia social.

    ** chegando atrasado na discussão também hehehe :P

  15. Mitchel,

    uma coisa que qdo li o comentário do Diego pensei é: sempre o povo fica defendendo produtos Microsoft por causa dos custos de treinamento. Usar o Google Apps é mais fácil que o Word/ Excel. Se vc sabe usar esses dois certamente saberá usar o Google Apps… que treinamento?

    Abraços!

  16. não acho que o google perdera grande mercado com o vista
    apesar dessa queda que teve, ele se recupera como pode ser visto no grafico.

  17. 17. Alexandre M. disse em 31 maio 2007 - 23:41

    Agora, pra tudo ficar perfeito, só falta a Google lançar um S.O. pau-a-pau com o Windows…

  18. Gabriel,

    Talvez tenha sido só um impacto por causa da novidade. Mas já passou, ufa!

    Alexandre M,

    Não acredito que o Google vá lançar um S.O. Não faz mais sentido. O desktop está migrando para a web. Um browser é tudo que preciso.

    Abraços a vcs!

  19. Olá pessoal!

    Gente eu pessoalmente, gosto da Microsoft e ainda mais do Google, falem o que quiserem, mas não existe sistema operacionla mais confiável que o Windows.
    Já testei na minha máquina o Ubuntu e o Kurumin e já tive contato com Red Hat e Debian.
    E nenhum deles chega perto do Windows, mesmo com alguns probleminhas que possui, ele é o mestre dos SO.
    Acredito que senha inevitável o envolvimento do Google com sistemas operacionais, seja ele convencional como o Windows o para Web 2.0.
    Existem muitos boatos Googleos, o envolvimento público do Google com a Cannonichal (fundação que desenvolve o Ubuntu) e até dizem que bancou o desenvolvimento do Haiku, baseado no BeOS. Vejam aqui: http://www.guiadohardware.net/dicas/haiku.html
    Mas acho que a realidade esta escondida a sete chaves e muito breve seremos surpreendidos

  20. werelli,

    O melhor SO é aquele que serve para você, simples assim. Para alguns o Windows é melhor. Para outros, Linux. E tem gente que prefere o MacOS. Particularmente uso o Windows e pretendo montar uma máquina Ubuntu.

    Não creio que a Google vá criar um SO derivado do Ubuntu para o público e muito menos que crie um SO on-line. Na verdade o SO da Google já existe! São os seus servidores espalhados pelo mundo. E as aplicações são os web services!

    Abraços!

  21. 21. Gawiga disse em 14 fev 2008 - 13:51

    Meuuu ! ninguem nunca ouviu falar de OpenOficce ????
    ;)

    eu uso e recomendoo !!!

  22. Eles que se matem, pois quem sairá ganhando seremos nós, reles usuarios.

    Acho que quanto a questão da computação em nuvem, acho muito dificil uma empresa com dados sensiveis entregar seus bancos de dados para a web ou o Google, como queiram. Por isto, softwares localizados em maquina das empresas sempre existirão. O Google precisará quebrar um paradigma monstruoso para conseguir seus intentos

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email