O mundo dos widgets na web

por Alexandre Fugita

[Widgets] Certamente você já ouviu falar de widgets. Tem aqueles pra Mac, os do Vista… Mas a abrangência é bem mais ampla: a web. Estamos vivendo a era dos widgets na web, pequenos pedaços de conteúdo dinâmico, que se espalham por vários sites, blogs, etc… Um bom exemplo, pra ficar mais fácil de entender, é o widget do Feedburner que alguns blogs exibem – este incluso, veja ao lado – um contador de leitores do feed RSS. Há vários outros, com funcionalidades das mais diversas. Geralmente são usados para mostrar algum tipo de informação específica e acabam se espalhando de forma viral. Por essa característica pode ser uma grande ferramenta de marketing para as empresas[bb]. Está esperando o que?

Widgetsfera

Aqui no Brasil temos alguns serviços usados por blogs que fornecem widgets. Um deles é o BlogBlogs que lançou recentemente o widget Últimos Leitores que, como o nome diz, mostra os últimos leitores cadastrados no BlogBlogs que o visitaram, semelhante ao MyBlogLogs do Yahoo!. Outro widget do BlogBlogs é o Rank da blogosfera brasileira. O Rec6 também tem seu widget e exibe as notícias promovidas neste site de social news.

[Widgets do BlogBlogs e Rec6]

Um bastante usando na blogosfera brasileira é o widget do Flickr, para exibição de fotos[bb]. Vejam um exemplo na Lulileslie. Também temos o YouTube que permite colocar dentro de um post seu player de vídeos. Talvez esse widget explique o crescimento explosivo do serviço desde o seu lançamento.

Marketing dos Widgets

Os widgets podem ser usados como ferramenta de marketing. Uma grande exemplo é o Coke Ring, da Coca-Cola. Esse widget foi a base de um concurso promovido pela fabricante de refrigerante junto aos blogs. A vantagem é que esse tipo de widget espalha-se de forma viral, acaba atingindo seu público alvo de forma eficiente e tem um custo muito baixo de divulgação. Os próprios usuários se encarregam de espalhar a novidade.

Widgets e-commerce

Os widgets podem ser usados para um site ganhar dinheiro também. Vários negócios estão surgindo no mercado de explorar widgets como ferramentas de anúncios. Um deles é o brasileiro boo-box, que está em negociação para receber aporte financeiro de venture capital. Mesmo os anúncios contextuais do Google (adsense e adwords) podem ser considerados widgets. Os anúncios são gerados dinamicamente, portanto enquadram-se nesta classificação.

Páginas widget

Páginas iniciais estão na moda. Recentemente o Google[bb] renomeou o seu Google IG para iGoogle. Lá é possível colocar diversos widgets, desde o seu Gmail, passando por leitor de RSS e mais uma infinidade de outras funcionalidades. Outro serviço semelhante é o Netvibes, bastante usado como leitor de RSS.

[Netvibes]

Essa foi uma visão geral dos widgets. O potencial é enorme. Como a moda atual é o usuário gerar conteúdo, é possível criar seu próprio widget usando serviços como o ClearSpring e o Widgetbox. Se você pretende divulgar um produto ou serviço na web, não deixe de pensar nos widgets.

Comentários do Facebook
25 comentários
  1. O mais interessante é ver que os widgets, sendo simples, têm um poder muito grande pra revolucionar a maneira com que usamos dispositivos eletrônicos.

    Tariq Krim, CEO do Netvibes, fala sobre widget economy em um texto muito interessante: http://blogs.business2.com/business2blog/2007/02/netvibes_and_th.html

  2. Belo post. Sou viciado em widgets hehe

  3. Ótimo post Fugita, mas o que eu acho engraçado, é que há pelo menos uns 7 anos, diversos sites já forneciam scripts para mostrar conteúdos de outros sites dinamicamente.

    Quem não se lembra das frases “Tenha o conteúdo do portal X em seu site!”.

    Porque agora, tantos anos depois é que se fala nisso?

    Fico com a impressão que as coisas só “aparecem” quando tem algum nome diferente.

    Widgets, Ajax… Tudo coisas que todo mundo já fazia antes, e que depois que colocaram um nome fancy, virou sucesso :).

  4. O Netvibes, citado por você, é o principal exemplo de widgets na web, na minha opnião.

    E respondendo ao Caio, isto é o caso da Web2.0. Reembrulharam coisas que já existiam em um papel de presente mais bonito e deram a ele o nome de uma nova web. Mercado…

  5. Marco,

    Já separei o link para leitura! Com diz um artigo que eu li: widget is the new black. hehehe!

    Fabio

    Ainda não sou viciado em widgets mas simpatizo com eles.

    Caio

    A idéia dos widgets existe faz tempo. Mas é como a tal da web 2.0. Ficou mais fácil tê-los com o amadurecimento das tecnologias. Talvez a tendência do amanhã já esteja entre nós. Só que só um gênio vai ser capaz de entendê-la e transformar em negócio.

    Rafael,

    Este post não seria completo sem o Netvibes, hehe! Quanto à resposta ao Caio, exatamente isso!

    Abraços a vcs!

  6. Concordo com o Caio, widgets já existem há tempos, só não havia um nome muito bem definido :) Antes era mais difícil incluí-los nos sites, aqueles scripts e códigos as vezes insistiam em não funcionar.

    Hoje as plataformas em PHP popularizaram o uso deste tipo de “frescurinha” da Web2.0, basta um plugin e alguns cliques para você lotar sua página com estas facilidades :) Sobre ganhar dinheiro com isso, quer coisa melhor do que ter a propaganda do seu site de graça em outro site? Patente para que te quero :)

    []’s

  7. Bem legal o seu post! Uso o netvibes já algum tempo, e ele é uma mão na roda. A maior parte dos outros widgets citados eu uso atualmente no meu blog. Só acho uma falha o WordPress não ter suporte nativo e precisar de plugins para isso, o que faz com que muitos plugins não sejam para widgets e tenham que ser convertidos na raça.

  8. Widgets podem até existir há muito tempo, mas o importante é que o conceito da web fragmentada, com pequenos aplicativos que trazem o essencial e podem ser usados de diferentes formas com infinitas opções só tomou força agora.
    Acredito que essa nova visão poderá revolucionar muita coisa, até por que é dessa forma que a internet vai chegar de fato aos celulares e dispositivos móveis.

  9. kadu,

    Exato. Nisso todos concordamos, já existe faz tempo. Mas como respondi ao Caio é preciso algumas mentes iluminadas pra pegar o que existe e transformar em negócio/ tendência. Vale a pena ver o comentário da Lulileslie também (#8).

    Rafael,

    Converter na raça um código para ser compatível com o WP deve ser complicado. Mas achei que quem publicasse widgets fazia para várias plataformas.

    Lulileslie,

    Acho que seu comentário resume o que eu queria falar e não falei, hehehe! O poder da internet é permitir que tudo se comunique, seja ele um computador, um gadget ou sua geladeira (!). Os mashups e widgets representam essa interação e deve causar uma revolução mesmo.

    Abraços a todos!

  10. Você fez um excelente post comentando as vantagens dos Widgets.

    Recentemente eu estava procurando um site de como criar um widget.
    Valeu as dicas!

    Ah! E concordo quando diz que não adianta falar neles sem falar no Netvibes, hehe
    O do Blogblogs por ex, também ficou show!

    Outra: Tá na hora do Techbits ter um emblema lá no Netvibes em “feeds recomendados” ;-)

  11. […] O mundo dos widgets na web Balas mágicas, hypes e o ajax Tendência que não gosto: Ajax overhyped! […]

  12. Gosto muito desse conceito, mas os usuários precisam passar pela fase “puxa, como isso é legal”. Sinto um pouco disso inclusive em bons blogs, que carregam a página inicial com conteúdo proveniente de outros sites, levando intermináveis segundos para abrir. E em alguns casos, nem todos esses “penduricalhos” são necessários.

  13. […] se você tem memória de sobra e utiliza a barra lateral do Vista, o widget pode ficar ligado, ou mesmo arrastado para a área de trabalho através de uma função que solta o […]

  14. Neto,

    Agradeço que tenha gostado, hehe!

    É interessante que os widgets são uma forma de distribuir conteúdo fragmentado.

    Mas como assim ter um emblema no Netvibes? Não entendi… uma recomendação para assinarem direto do Netvibes?

    Marmota,

    No uso dos widgets, como tudo, deve ser usado o bom senso. Se colocar tanto widget no site que o mesmo fica lento pra abrir, lá se vai a usabilidade e outras coisas mais…

    Abraços a vcs!

  15. Um Widget no netvibes rapah!

  16. Neto,

    Hummmm! Mas eu tenho que fazer isso e colocar lá? Vou checar.

    Abraços!

  17. […] um atrativo para centenas de serviços web que são lançados semanalmente desenvolverem “widgets” para a sua plataforma. O Facebook estaria se tornando um serviço para serviços, que […]

  18. 18. Citação de Techbits em 8 out 2007 - 14:25

    A estratégia móvel da Google…

    O Google Phone não existe, não na forma de hardware. Essa informação especulativa acaba de ser confirmada pelo New York Times. A Google nunca fez qualquer tipo de hardware para o público final, é de se esperar que dessa vez também continue fora …

  19. Oi gostaria de informar que um novo widget foi criado ontem o widget de digitação dicadedica e pode ser encontrado no site:

    http://dicadedica.blogspot.com/2008/05/widget-de-digitao-dicadedica.html

    Acredito se muito relevante a esse post dá uma olhada é free!!! se tiver aff de parceria entre em contato vlw!!

  20. Adorei. E as informações são bastante úteis.

  21. Muito bom esse post. Depois vou ler com atenção. Grande abraço
    Celso Cestaro

  22. Srs., boa tarde!!!

    Acho muito interessante toda esta história, e até me deixa curioso, porém estou a procura de um widget para colocar no meu blog não consigo acho um passo-a-passo para criá-lo, se alguém souber por favor me informe, quero criar um para o meu Top 10 de filmes livros etc.

    aguardo noticias.

    Gilmar

  23. […] que criam blog), as empresas e os desenvolvedores de blogs criaram diversas estruturas chamadas de widgets que permitem que os blogs sejam mais que um mero repositório de texto e assim se tornem mais […]

  24. 24. Citação de Widiget | em 2 abr 2011 - 01:55

    […] Tem aqueles pra Mac, os do Vista… Mas a abrangência é bem mais ampla: a web. Estamos vivendo a era dos widgets na web, pequenos pedaços de conteúdo dinâmico, que se espalham por vários sites, blogs, etc… Um bom exemplo, pra ficar mais fácil de entender, é o widget do Feedburner que alguns blogs exibem – este incluso, veja a imagem – um contador de leitores do feed RSS. Há vários outros, com funcionalidades das mais diversas. Geralmente são usados para mostrar algum tipo de informação específica e acabam se espalhando de forma viral. Por essa característica pode ser uma grande ferramenta de marketing para as empresas. (O mundo dos widgets na web) […]

  25. MUITO BONS OS WIDGETS. COLOQUEI EM MEU SITE http://www.mauriciooliveiraimoveis.com todos os clientes gostaram.

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email