Vamos matar o IE6?

por Alexandre Fugita

IE6 Um texto do Techbits do começo deste ano atraiu a fúria de um leitor que chegou no site via pesquisa Google. O post fala sobre os problemas de segurança do Internet Explorer – 284 dias inseguro durante o ano de 2006 – e recomenda o uso de outros navegadores como o Firefox. Nenhuma novidade, apenas uma constatação.

Semanas atrás estava desenvolvendo o novo layout do Techbits. Tudo funcionava bem em navegadores modernos como o Firefox, o IE7, o Opera, o Safari, etc… Mas teimava em quebrar quando abria o site no IE6 e versões anteriores. Penei, gastei um bom tempo de desenvolvimento – juro, no mínimo duplicou esse tempo – tentando acertar os problemas, e quase escrevi este texto que você lê agora. Mas segurei, achei que o calor do momento – sim, apedrejei o IE diversas vezes – poderia atrapalhar minha argumentação.

Claro, concordo que cerca de 80% dos usuários ainda usem o IE como forma básica de acesso à web, poucos deles estão no IE7, que é a versão mais bem feita do navegador, mas fala sério, não pretendo mais desenvolver para o layout ficar certo do IE6 para baixo. O único jeito de acabar com esse bug da web é parar de desenvolver para ele.

A Microsoft liberou tempos atrás o Internet Explorer 7 para todo mundo, ou seja, para quem tem cópia pirata do Windows. Claro, usuário é preguiçoso, não vai atualizar. Não vou ficar aqui falando maravilhas do Firefox, para não dizerem que sou favorável a ele (e sou mesmo). Cada um decide o que é melhor como janela para a web. Torço apenas que todo mundo atualize pelo menos para o IE7, por uma web melhor, com menos bugs e tempo de desenvolvimento reduzido.

Comentários do Facebook
31 comentários
  1. Como eu disse pro Anderssauro, não é tão fácil assim. Aqui no trabalho, por exemplo, ainda se usa o IE 6 e o administrador da rede não parece nem um pouco interessado em instalar o 7 ou, o que seria melhor ainda, pré-instalar o Firefox nas máquinas. O usuário, muitas vezes, não tem escolha. Também não gosto de ajustar layout para o IE 6, mas não quero prejudicar quem ainda o utiliza.

  2. Eu particularmente sou fã do Opera, mas qualquer um que não seja o IE6 vai tornar o mundo melhor. Muito interessante um post de outro blogonauta que li hoje e fala de um comparativo dos browsers:

    http://pliniotorres.wordpress.com/2007/11/29/pergunte-ao-oraculo-qual-e-o-melhor-navegador/#comments

  3. Pois é, infelizmente nós, desenvolvedores, designers, temos que, *ainda*, oferecer suporte a um produto instável, de péssima qualidade, mas que a maioria usa. Concordo que o melhor a se fazer seria parar de oferecer suporte ao IE6, mas, pelo menos aqui, a parcela de usuários de IE é 50%, e desses, 62% usam versão 6.0. É muito mercado pra ser descartado

    A mudança está sendo lenta (bem lenta), mas virá. Assim como o CSS 3. Pelo menos eu tento acreditar nisso. =]

  4. Na nova versão do tema do meu blog, decidimos otimizá-lo para monitores com largura de 1024 pixels e o suporte só é garantido a Internet Explorer 7. De resto, problema de quem usa software defasados, velhos e inseguros.

  5. Esse IE6 é o estorvo da net. Ontem fiz um post sobre um bookmarklet para o orkut. Ele não funciona no IE6 pois ultrapassa o limite de 500 caracteres que o IE6 deixa ter. No IE7 funciona na boa.

    E pensar que se não fosse a concorrência do Firefox, provavelmente o IE6 ainda seria a mais recente versão. :-)

  6. Eu não só mataria o IE como o faria para que sofresse bastante ;)

    Pois é… o pior é quando o IE não sabe fazer conta e nem localização correta de coordenadas.

  7. Eu também fui um desses que demorou para migrar do IE para o FF. Não por falta de conselhos, mas por estar acostumado com o IE. Um vírus foi o golpe final no meu IE. Foi assim também para migrar do Netscape para o IE tempos atrás. Agora já estou familiarizado e recomendando o FF. Gostei do Artigo. Abraços!

  8. Hahaha, quié isso, Fugita. Só me juntei ao coro dos leitores diários do Techbits. Referência pouca é bobagem. =)

    E eu que agradeço a passagem pelas minhas bandas.

    Abraço

  9. Eu não me importaria em me isolar, ser chamado de lunático, de ignoto, ignóbil e alienado, em morrer à míngua, me transformar num fóssil perdido, mas não desenvolveria uma única linha de código que fosse para servir a essa mer_ _ que é IE6. MORRA, DESGRAÇA!

    Ufa! Me sinto bem melhor agora!

    E aí, Fugita – beleza? :P

  10. […] lendo o artigo do Fugita e pensei comigo mesmo: – Porque todo mundo sempre quer matar o Internet Explorer? A pergunta não […]

  11. A verdade é que muitos miguxos acham que para acessar a “Internet precisam abrir o Internet Explorer” e como a maioria usam o Windows pirata e não sabem que existe outras opções de navagadores, não vêem a necessidade de instalar ou atualizar o IEca…

  12. True. IE6 ruim. Firefox bom, Opera melhor ainda.

    Isso já foi repetido pelos mil cantos onde existe um geek por perto, mas que tal fazermos algo para mudar nosso cotidiano de perder ~40% adaptando nosso XHTML+CSS pro IE6?

    Incentivar o usuário a instalar um navegador decente como o Firefox é fácil em nossos blogs e sites pessoais, mas a grande massa de sites na web (institucionais/publicidade) não podem (talvez nem devam) fazer isso.

    Mais fácil porém é incentivar o uso do IE7 (igualmente foi feito com IE5.5+), por se tratar de um produto da MS e não open igual o FF (comunista e ruim só por ser open/free, como muitos acham).

    Que tal se convencermos o povo da criação (layout), a gerência e o próprio cliente que incentivar o usuário a atualizar seu navegador é bom?

    Talvez podemos voltar a colocar no rodapé dos sites: “Atualize seu navegador para nova versão (Internet Explorer 7) ou faça o download do Mozilla Firefox”

    Com certeza é mais fácil convencer a colocar aviso de IE do que de FF…

  13. O problema não é perder 40% do tempo fazendo ajustes e sim 60% dos visitantes, que, querendo ou não, têm direito de escolher seu browser, mesmo que ele seja o IE 6 (infelizmente).

  14. acho que também irei aderir ao seu movimento chefe.
    mas deixo minha opinião aqui, no último projeto que eu participei, que foi grande, destaco 2 coisas que me chamaram a atenção:

    1) ópera bom css, mas PÉSSIMO javascript, perdeu 1 milhão de pontos porque eu criei muita coisa pra não funcionar nesse empenho, resultado: quem tem ópera vai ter que abrir outra janela no site.

    2) o meu jeito gambiarra de montar o html e css, fez com que o ie7 tivesse 0 segundos para reescrever código, 100% de perfeição, o meu FF última versão ficou em torno de 95% perfeito, depois foi só fazer ajustes.

    Mas ai eu pego e aperto control + alt + del só pra fazer um teste FF = 215k de consumo de memória, IE 7 = 22k.

    Alah akbar!

  15. Sobre o #twittareh, é exatamente essa a referência eheheh Amar é! rs

  16. É muito díficil ainda deixar de desenvolver para o IECA 6.

    No meu caso por exemplo que trabalho em uma agência Web e que a maioria dos clientes são antigos, a maioria ainda usa o IECA 6 e já teve casos de saber que alguns clientes estavam usando o IE5.

    O negócio é sugerir browsers mais modernos e eu recomendo o: Firefox e o Opera como opções. :D

  17. Também acho que o IE6 deveria estar morto!
    Se vc o matar, eu ajudo a desovar o “corpo”
    rsrsrsrs

    Que tal colocar um aviso no site para quando for aberto no IE6 ou anterior?
    sugerindo o Firefox, 0 Opera, ou atualizar pro IE7?

    ai se o site não abrisse de forma correta vc já teria avisado!

  18. Não sei se vc já viu esse site: http://www.end6.org/
    Campanha pra exterminar o IE6, vê lá.

  19. Realmente, ficar arrumando o que o IE6 quebra acaba consumindo o dobro do tempo pra desenvolver um layout… Cumplices para tal crime não faltarão, rs.

  20. Concordo plenamente. É uma [email protected]#$%@ ter que desenvolver para o ie6, deixando de lado toda a praticidade de produzir um código limpo e universal.

    Já passou da hora de darmos um basta nisso.

  21. Quero lhe agradecer por me inspirar a escrever isto!
    http://luizclaudioeudes.blogspot.com/2007/12/ie6-um-zumbi-moderno.html

    Fazia tempo que não conseguia me inspirar a escrever algo, e de repente sai escrevendo sem parar!

    E como eu disse antes, se você conseguir matar o ie6 te ajuda a desovar o “corpo”!

    Obrigado e boa noite!

  22. Lu Monte,

    Concordo, no mundo corporativo na maioria das vezes o usuário não tem escolha. Mas surgir com essa discussão aqui pode sensibilizar um ou outro CIO, vai saber, e começarmos a mudar este cenário.

    Thiago,

    Realmente o post linkado é interessante. O IE6 é um mal, um bug que teima em não morrer.

    Eduardo,

    Esse parece o paradoxo de tostines. Ainda desenvolvemos para o IE6 pq ele é usado ou ele é usado pq desenvolvemos para o IE6? Para tirar a dúvida, proponho parar o desenvolvimento para esse browser específico. :-)

    Thássius,

    Essa versão do layout foi concebida para teoricamente funcionar em todos os navegadores, incluindo o tal do IE6. O problema é que outro dia acessei de um computador com esse software defasado e o layout estava quebrado. Juro, essa foi a gota d’água para escrever este texto.

    alberto,

    Concordo! Ainda bem que existe a concorrência. Se não estaríamos ainda no IE6 SP3 e com certeza continuaria ruim.

    Glaydson,

    Hehe! Eu também não entendo que diabos de conta de pixels o IE6 faz pra nada funcionar nele…

    Bud,

    Pois é, segurança é um dos pontos sensíveis do Internet Explorer. Muitas vezes que amigos perguntavam para mim se sabiam como resolver aquela lentidão e problemas estranhos no PC, eu perguntava: vc usa o IE? Adivinha a resposta!

    Pablo,

    De nada e também, obrigado!

    Wagner,

    Desabafar de vez em quando é ótimo! :-)

    Carlos,

    Esse é um grande problema que se chama liberdade de escolha. A liberdade existe, mas a maioria dos usuários nem sabe disso. Infelizmente.

    Dirceu,

    Exato, essa é a essência do meu post. Não estou incentivando o Firefox e sim a atualização para o IE7. Pronto, problema quase resolvido.

    Camilo,

    Não acho que perderíamos esses visitantes. Eles notariam que o navegador deles é defasado e optariam por atualizar. Existe essa opção, mas como disse o Carlos acima, as pessoas não sabem que ela existe.

    fiote,

    O IE7 gasta pouca memória provavelmente pq está tão atrelado ao sistema operacional que a parte que não depende dele é só o cache de páginas na memória…

    Raquel,

    Ah, desconfiava desde o princípio!

    Tiago,

    Novamente invoco o paradoxo de tostines: nós desenvolvemos para o IE6 pq as pessoas ainda o usam ou as pessoas ainda o usam pq nós desenvolvemos para o IE6? Quero acabar com a dúvida eliminando a segunda frase desse paradoxo.

    Luiz,

    Hehehe! Essa de colocar um aviso já foi pensado aqui na alta cúpula do Techbits. Mas desisti, por enquanto, pois dificultaria a vida do usuário, importunado com uma mensagem que ele não quer receber… Prefiro o trabalho de conscientização boca-a-boca, um por um.

    Ah, e seu post sobre o assunto vale a leitura!

    Samantha,

    Legal, era tudo o que eu precisava!

    Lari,

    Só isso seria um fator importante para as empresas – toda elas – decidirem pela morte do IE6. Todo mundo economizaria.

    Rodrigo,

    Viva, vamos conscientizar as pessoas dessa necessidade urgente!

    Abraços a todos!

  23. […] lendo o artigo do Fugita e pensei comigo mesmo: – Porque todo mundo sempre quer matar o Internet Explorer? A pergunta não […]

  24. […] no texto do Alexandre Fugita, do TechBits, intitulado Vamos matar o IE6, resolvi criar um post mostrando minha indignação à perda de produtividade no desenvolvimento de […]

  25. Se dependesse dos designers e dos geeks o mundo estaria melhor sem qualquer IE, mas temos que lembrar da população em geral que não se preocupa muito com isso.

    Enfim, viva o FF! heehehehehe

  26. Na nova versão do meu blog, quem acessa via Internet Explorer recebe uma mensagem (leve, curta) avisando que eu recomendo o Firefox. Tudo devidamente capitalizado pelo Adsense, mas mesmo sem ele eu recomendaria.

  27. […]Sobre isso, o Alexandre Fugita escreveu essa semana “Vamos matar o IE6?[…]

  28. Vinícius,

    Exatamente, o mundo seria melhor se dependessemos de acabar com qualquer tipo de IE. Ou não… Pq a péssima fama do IE é que fez re-surgir o Mozilla na encarnação do Firefox.

    Thássius,

    Estou pensando em implantar algo assim. Depois vou pegar as dicas com vc, hehe!

    Abraços a vcs!

  29. Internet explorer é coisa do passado.

    Sou mais firefox. Meu blog sempre funciona bem nele, mas quando é no pra visualizar no IE6 fica um nojo ;p

    A Microsoft tinha que obrigar esses usuarios vadios a trocar a atulizar o IE assim como faz com o Live messenger por exemplo.

    Quem tem blog agradece

  30. Trabalhei em um local onde o sistema utilizava um sistema web, o mesmo tinha uma melhor funcionalidade no IE 6.

    romilson.wordpress.com

  31. Gostaria tanto que o IE6 não desse suporte ao flash, daí todos não o usariam.
    O IE só será extinto de vez, quanto o css 3 ou javascript 2 chegarem, daí tenho certeza que sites de grandes começaram a pensar na forma de otimizar seus sites e não ficarem fazendo gambiarras sem limites.

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email