Second Life: prefiro a primeira vida

por Alexandre Fugita

[Second Life] Ontem finalmente entrei na Matrix. Fiquei sabendo que ia ter uma festa dentro do jogo e resolvi dar as caras pra conhecer o ambiente 3D. Interessante e ao mesmo tempo inútil. Não tinha muito o que fazer, só conversar com as pessoas, em sua maioria irresponsiva. Quando cheguei à tal festa, o evento já tinha acabado. No ambiente só 4 pessoas: eu, meu amigo, uma moça vestida de lingerie e outra trocando de roupa e aparência… Ao fundo o som ambiente, muito bom por sinal. Se tem alguma coisa que o Second Life se presta, é como um jukebox de streaming de músicas. Fora isso é só uma curiosidade…

Minhas andanças

Andando pelo ambiente virtual fui parar na ilha Brasil. Na verdade fui teleportado. Taí uma coisa interessante. Nada de transporte público, nada de carros particulares. O melhor de tudo é ser teleportado e aparecer onde você quiser, instantaneamente. Na ilha do nosso país havia um DJ brasileiro que de vez em quando ficava falando alguma coisa em português. No geral tentava animar o pessoal, mas a empolgação dele era bem falsa.

Na praça principal um monte de avatares parados, um olhando para o outro. Será que estavam conversando? Não tive dúvidas, voei (sim, é possível voar) até um daqueles relógios de rua. Fui parar em cima do mesmo e pude apreciar a vista. Interessante é que o relógio era patrocinado por um grande banco privado brasileiro e bem próximo dele havia um comitê político de um dos maiores partidos do Brasil.

Lindens de graça

Linden dólar é o dinheiro do jogo. Tem taxa de conversão com dinheiro real, câmbio flutuante, tudo. Vou até consultar algum blog de finanças pra aprender um pouco mais como investir meus Lindens lá. Como há grande movimentação de dinheiro virtual, muitas empresas abriram filiais dentro do jogo. Só pra você ter uma dimensão da coisa, mais de um milhão e meio de dólares foram gastos no jogo nas últimas 24h no momento que escrevo este post. Onde está o dinheiro, estão as empresas.

Conclusão

Não achei o Second Life muito útil, pelo menos nesta minha primeira andança. Mas uma coisa é certa: é a coisa inútil mais viciante que conheço. Gastei umas duas horas lá, sem fazer nada. O SL serviu muito bem de jukebox e fiquei com a impressão de que é só um IRC mais avançado. Sorte que é preciso de uma máquina relativamente potente para entrar no jogo, se não aquilo daqui a pouco viraria mais um orkut, com todas as suas mazelas. Se for pra escolher prefiro a pílula vermelha[bb]

Leia também:

Comentários do Facebook
29 comentários
  1. 1. Ricardo disse em 22 mar 2007 - 12:01

    Não conheço esse tal de Second Life ainda … Não tive o meu interesse despertado.
    Lendo os seus comentários a respeito da festa, fiquei curioso. Estou pensando em arranjar um “convite” para a próxima festa.
    A grande sacadaé que não temos que dirigir, portanto podemos tomar aquele “porre”. Mas, como nada é perfeito, se derramar bebida no computador vai ser uma m…., e, ainda, imagina se tomar todas e simplesmente apagar, que desliga a máquina.

    Festa, só ao vivo e a cores, nada de Second Life …. Acho que vou desistir de ir na próxima.

  2. como eu digo há quase dois anos: é só uma sala de chat com avatares em 3D, e onde não podemos controlar a música que está tocando.

  3. Ricardo,

    Bom, a “festa” que fui não tinha ninguém. No mínimo tinha micado. Mesmo que tivesse alguém, não vi muito sentido nisso. Talvez se vc quiser ouvir música, sei lá…

    Solon,

    É por aí. Vc tinha toda razão!

    Abraços!

  4. Avatar do Second Life vai ao banco…

    O jogo(?) Second Life foi capa da Revista Época da semana passada. Particularmente, foi meu primeiro “contato” com o jogo, já que apresenta a visão de um repórter ao mostrar, quase em linguagem blogueira, a sua experiência no mundo virtual (o se…

  5. Ainda vou ver como é totalmente esse jogo!

    Abraços

  6. 6. Marcela disse em 3 abr 2007 - 12:02

    Olá. Sou estudante de jornalismo, estou escrevendo uma matéria sobre os Second life. Poderia entrar em contato comigo? Gostaria de saber mais sobre a sua visão deste jogo.
    [email protected]
    Obrigada,
    Marcela

  7. Olá Marcela!

    Entrei em contato com vc por email, mas vc não respondeu… De qualquer forma minha visão do jogo está no post.

    Abraços!

  8. 8. _Daniel_ disse em 6 abr 2007 - 19:29

    Salve…

    Eu já havia testado o Second Life há um tempo e voltei a testar recentemente devido a todo esse barulho que andam fazendo.

    Eu me impressiono como esse tipo de coisa faz sucesso.

    Acho uma vergonha chamar aquilo de mundo virtual. Você fica parecendo simplesmente um fantasma com fantasias. Sim, as roupinhas são o grande sucesso.

    Eles listam como vantagem você poder voar e “não ter limites”. Considero esse justamente um grande ponto fraco. Eu gostaria que tentassem reproduzir algumas leis da física: Gravidade(nada de voar), Nada de passar por dentro de paredes, dos “bonequinhos” nao detectarem quando outro encosta, etc.

    Além disso, ele parece tecnologicamente atrasado. Qualquer um que tenha experimentado um jogo em primeira pessoa produzido nos últimos 5 anos considera assim.

    O caso é que esse tipo de coisa faz sucesso justamente por atrair um público que é novo na informática. Daí acontecem esses fenômenos.

    Se não fosse assim, não estariam sempre cheios os Chats via browser. Todos usariam IRC, mas tem gente que gosta de dizer que um cliente IRC é algo de outro mundo e também há a alegação que não é “bonitinho”.

    O Orkut é outro… tirando a parte de navegar por amigos conhecidos… Considero muito triste as pessoas usando aquilo como fórum/lista de discussão. Os recursos que o Orkut oferece para isso são muito limitados.

    Bueno, mas é difícil lutar contra isso…

    Abraços.

  9. Daniel,

    Como vc não vi nada demais no Second Life. Mas, convenhamos, é algo interessante do ponto de vista do estudo social. Os gráficos não são lá essas coisas mas é preciso uma máquina relativamente potente para rodar. Só espero que não vire outro orkut pois um só já basta.

    Abraços!

  10. 10. Del Jhonnes disse em 10 abr 2007 - 16:50

    Bom nao quero ser estraga praseres por isso estou de acordo com voces ,acho que todos preferimos a primera vida ,mais nao vou negar adoro second life como passa tempo,adoro porque e chat e jogo au mesmo tempo,dando posibilidades de aprender tanto em informatica quanto, desenhos 3D, e acho que todos adoramos criar alguma coisa, nao temos todos tempo de construir uma casa ou ferary em 10 min, e acho bom a posibilidade de disser que o que voce fez e bao e poder vender as criaçoes, e dai se aproveita para ter conversaçoes com outras pessoas.
    Mais vou disser nao troco sexo real por virtual.Axo que estamos todos de acordo neste ponto.

    Passem la encasa na segunda vida porque nao primeira nem tentem. Esta no mapa..

    http://secure-secondllife.serveftp.org/

  11. Del Jhonnes,

    Bom, sim, é viciante. Qdo estive lá (uma única vez) não conseguia sair. Mas depois também nunca mais entrei. Ainda bem.

  12. […] os mais de 200 mil brasileiros que tem suas vidas virtuais no universo do game Second Life ganharão uma versão brasileira do jogo, além da comunidade virtual. Como anunciado hoje pelo […]

  13. eu quero participa

  14. 14. joaoneto allen disse em 13 jun 2007 - 13:10

    Aviso aos navegantes… Em que lugar do planeta terra se poderia pular de paraquedas da torre eifel, depois de sair de um navio transatlantico onde toquei piano enquanto uma amiga “cantava” com letrinhas e em seguida voar de asa deltas, tudo isso em um prazo de apenas uma hora “bem aproveitada”, tive experiencias, conheci pessoas interessantes e tudo mais, tudo isso sentado na minha confortavel cadeira de computador. Não sou viciado mas procuro inovação e o SL é uma inovação.

  15. Joaoneto,

    É só um chat com imagens, nada mais…

  16. eu nunca joguei Second Life, mais do jeito que a Larissa(minha amiga) fala, dá pra ver como deve ser bom!! eu jogo, e na verdade, amo o The Sims 2, mais acho que os dois jogos deve ser legais,!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! bjuS {:-D)

  17. ??? Será que The Sims 2 é melhor que Second Life??? eu não sei, e vc??

  18. Como eu faço pra joga esse jogo.

  19. o sl é um jogo de relacionamento!
    melhor conversar com um som rolando e um avatar na sua frente do que uma tela cheia de letras.

  20. 20. Joaquim disse em 27 out 2007 - 15:51

    Eu descordo de todos os pensamentos dos comentarios acima , se voces acham que second life nao eh nada demais , entao me explique as grandes empresas entrando como a Tam , IBM , Coca-Cola entra outras varias , como explicam um investimento de mais de 10 mil dollars por mes etc…alem de ser um jogo livre para todos , Second Life atualmente esta sendo praticamente considerado emprego para algumas pessoas nos EUA esta sendo obrigatorio da declaração de renda do Second Life no imposto de renda porque tem americanos ganhando uma quantidade grande de dinheiro real na vida real ..penso que second life tem varios lados , de renda para uns , a diversao para outros.

  21. Joaquim,

    Essas grandes empresas investiram um bom dinheiro para conseguir chamar a atenção de apenas 100 jogadores do SL. O que as motivou a entrar é a exposição espontânea na mídia que esse investimento gerou. Mas o hype passou e perdeu a graça e o retorno para as empresas entrarem no SL.

  22. 22. Scratred disse em 23 nov 2007 - 15:22

    “Sorte que é preciso de uma máquina relativamente potente para entrar no jogo, se não aquilo daqui a pouco viraria mais um orkut, com todas as suas mazelas. Se for pra escolher prefiro a pílula vermelha…”

    nao entendi o q vc quis dizer com isso, sera q as pessoas q n podem pagar por um pc de qualidade é que bagunçam o orkut?
    ou vc quis dizer que só quem pode comprar um pc de 3500 RS são os responsaveis por o SL está funcionando sem muita bagunça?

    se vc for procurar “mazelas” no SL vc com certeza vai achar,
    assim como vc acha quando procura no orkut.

  23. Scratred,

    Isso foi mais ou menos uma crítica à população média do orkut, que mal sabe se expressar e escrever direito. Não sei se não tem $$ para comprar máquinas melhores, mas foi uma crítica.

  24. 24. Didi disse em 15 jan 2008 - 03:45

    Queridos…o SL é um site de relacionamento sim…joguei muito e ate fui uma viciada…mas o que me deixa triste é que a maioria dos brasileiros não tem nem papo, e ai me comuniquei somente com pessoas de outros paises…foi bom para melhorar meu ingles …alias ,,,,foi bom somente para isso
    abraços

  25. Queria saber como eu fasso o download do second life eu estou lokinha para jogar.Gente me ajuda vai bju?

  26. 26. Carol disse em 14 ago 2008 - 13:57

    eu ja entrei mt nesse jogo, pra mim antes ele era legal mas hoje vejo de outro jeito, pra mim ele não é nem um pouco real muito menos a segunda vida, olha bem onde ja se viu a gente voa por acaso ou… a gente passa pela parede ou a gente toma coca-cola sem abrir a boca, ou a gente ganha dindin em uma academia (sem nem trabalhar), agora me diz vc,vc acha isso real, isso parece a segunda vida?.

    NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  27. 27. Jorge disse em 24 dez 2008 - 15:26

    Vi, não entrei e não gostei.

  28. 28. Gil disse em 3 jan 2009 - 11:26

    O SL é uma pérola da imagem, do desenho, da criação gráfica, da perspectiva, acrescido da interação humana, claro com as mazelas das própria pessoas do dito mundo real.
    E para ser menos comercial vai depender dos próprios residentes, além das inúmeras alterações para melhor que possam ser desenvolvidas. Então é um caminho para algo superlegal, quem sabe. O lado ruim são as limitações de interação, em por exemplo aprimorar o avatar. Mas o maior desafio é a comunicação com residentes de outros países, onde o domínio da linguagem remete à prática e paciência. Por isso concordo, já é interessante, ou já valeu!

  29. 29. Lucas disse em 28 fev 2011 - 11:59

    Fingimos que somos lindos e conversamos com outras que fazem a mesma coisa.

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email