gPhone não existe

por Alexandre Fugita

[Google Maps no Treo] Estou correndo sério risco de ter que me retratar daqui alguns dias sobre esse mesmo assunto. Mas pouca coisa me leva a crer que a Google esteja realmente criando um celular/ smartphone. Essa histeria toda lembra a CES de 2006 quando Larry Page e Sergey Brin tinham um keynote no evento e os rumores apontavam para o lançamento de um Google Cube, algo assim, um PC da Google, rodando GoogleOS, etc… No final nada disso foi lançado. O keynote (veja no Google Video) foi uma extravagância de uma empresa de software em um evento de produtos eletrônicos.

Google já está em nossos celulares

Quem tem um celular mais moderno ou um smartphone sabe que já existem softwares da Google para seu aparelho. O mais evidente deles é o Google Maps, aplicativo fantástico que nos possibilita procurar ruas, CEPs, mapas, rotas e várias outras coisas nas telas minúsculas de nossos gadgets.

Quem tem planos de dados via rede celular consegue usar o Gmail, o Google Reader, o Calendário, tudo no formato mobile. Novamente, repetindo aquele mantra já muito batido aqui no Techbits, por estarem on-line essas aplicações estão sempre sincronizadas qualquer que seja sua forma de acesso: celular, desktop, em casa, no escritório, sinais de fumaça, etc…

O que pode acontecer?

Quem tem o domínio do sistema operacional geralmente consegue vantagem sobre os demais concorrentes na hora de impor seu software. Vide caso do Internet Explorer da Microsoft. Os rumores do gPhone talvez estejam baseados nesta premissa. Se o Google for o dono da plataforma poderá impor seus softwares móveis para seus usuários.

O que imagino que esteja acontecendo é o Google criar outros softwares, estilo widgets, talvez até um sistema operacional, mas não lançar um gPhone com sua marca como foi feito pela Apple. Pode ser que eu esteja redondamente enganado (bastante provável) e realmente exista um gPhone. De qualquer forma o título deste texto não está errado no momento da publicação do post pois até agora realmente o gPhone não existe…

Leia também:

Comentários do Facebook
18 comentários
  1. Alexandre, se o GPhone realmente existir, seremos 2 enganados.
    Também não acredito nessa idéia, de que a Google lançaria um telefone móvel. Na minha opinião, se fosse pra Google lançar algo assim, já teria lançado um computador a algum tempo atrás.

    Até Mais
    Abraços!

  2. gPhone: I Want to Believe

  3. Eu já falei que tinha um Google Phone ( http://www.undergoogle.com/blog/2007/08/no-queria-falar-mas-j-tenho-um.html ) e ninguem deu muita boa! :0

    Assim como o Newton e você, Alexandre, espero estar redondamente enganado, pois seria muito interessante um dispositivo móvel com a Marca Google, mas os rumores andam se desencontrando e gerando muita discussão. Lembro dos Rumores do Google Browser e do Google OS que aparentemente terminaram em Pizza.

  4. A revista The Economist desta semana, na reportagem: Inside Googleplex (http://www.economist.com/opinion/displaystory.cfm?story_id=9719610) fala, lá pelas tantas, que o gPhone não passa de boato, o foco deles é um software e serviços, não em hardware.

    []’s!

  5. Se o Google realmente lançasse o gPhone, que eu saiba seria a primeira vez que eles se meteriam no ramo industrial propriamente dito.

  6. Se eu não comentei sobre o iPhone pq sabia que quase ninguém teria ele aqui no Brasil, “quissá” o gPhone, que ninguém nunca viu!

    (“quissá”… que palavra de velho)

  7. Newton,

    Exatamente. Todo esse hype não faz sentido pra mim. Disseram que seria lançado no dia 3 de setembro. Cadê?

    alberto,

    Eu também acharia interessante um gPhone. Mas não boto fé. E como disse, já existe um gPhone dentro do seu smartphone!

    nando,

    Pois é, tinha visto seu texto. Mas nem lembrei quando escrevi este post. Para compensar, coloquei um link!

    Romário e Thássius,

    Exatamente. Pq diabos o Google (empresa de software e serviços) vai querer se meter no ramo do hardware?

    Jonny,

    Rumores (sempre eles) dizem que alguns altos executivos de algumas altas empresas viram altos gPhones. Mas são rumores…

    Abraços a todos!,/b>

  8. Legal o post!

    Deu no NYT que, no lugar de lançar um aparelho pra concorrer com o iPhone, o mais provável é que o Google faça acordos de software com os fabricantes de celulares para integração com aplicações do Google.

    No lugar de um GPhone, teríamos “Samsung GPhone XYZ”, com câmera digital integrada com o YouTube, por exemplo.

    Os Gphones poderão vir com versões móveis pré-instaladas do Gmail, Google Maps, Google Reader, Google Calendar, Gtalk, etc.

    Bacana, né? Evidentemente que tudo isso estará atrelado de alguma maneira à plataforma AdSense. Olha a mina!

    Mas bom, até chegar aqui… A gente ainda vai falar muito sobre isso.

    :)

    Beto Tester

  9. Beto,

    Valeu pela dica! Sobre essa matéria do NYT, escrevi um post dando a minha visão:

    http://techbits.com.br/2007/a-estrategia-movel-da-google/

    Considero que essa é a estratégia mais acertada.

    Abraços!

  10. 10. Antonio Lopes disse em 14 out 2007 - 02:00

    Companheiros abram suas mentes eles vão operar redes sem fio de algum tipo com os gphones,eles já disseram que o futuro não é pagar por minutos de ligação e sim ouvir uma msg publicitária e a ligação sair de graça!é muito pouco para eles lançar um novo celular.pensem grande como eles!as operadoras devem estar nervosas uma hora dessas….

  11. Antonio,

    Essa é uma das especulações sobre um não existente Google Phone. Talvez seja verdade, provavelmente não. Vamos esperar para ver.

  12. A VIVASEMFIO também fez uma análise sobre o gPhone pessoal. Segue o link.
    http://www.vivasemfio.com/blog/gphone-telefone-celular-smartphone-google/
    Espero que gostem.
    []’s

  13. Lucas,

    Legal sua análise, mas realmente acho que o gPhone não existe. Aliás, não acho… tenho certeza!

    Abraços!

  14. […] Estou exagerando no número acima, na verdade deveria ser parte 3. É a terceira vez (1, 2) que escrevo um título em um blog dizendo que o gPhone não existe. E não é que acertei? As […]

  15. Ai otário,

    Quebrou a cara, o Google lançou o smart dele, 179 dólares.

    Google é Google, não é m$ não, valeu?

  16. Caro PRchacal

    O Fugita é otário??? Acho que no caso, ele não é otário e você é um analfabeto!!

    Olha o texto:
    ********************
    O que pode acontecer?

    Quem tem o domínio do sistema operacional geralmente consegue vantagem sobre os demais concorrentes na hora de impor seu software. (…) Os rumores do gPhone talvez estejam baseados nesta premissa. Se o Google for o dono da plataforma poderá impor seus softwares móveis para seus usuários.
    ********************

    Detalhe que o Fugita escreveu esse texto 1 ano antes do lançamento do Android, que não é um Gphone!! É um sistema operacional!

    O Google não fez como a Apple, que entrou no mercado de celulares lançando hardware e software. A Google só lançou o software, e a HTC cuidou do hardware.

    ai está a diferença de uma pessoa com visão do mercado tecnológico como o Fugita, e um cara que além de não conseguir ler e interpretar um texto, não sabe o que está acontecendo no mundo como você!

    Abraços!

  17. Valeu Jonny!

    Como eu já dizia desde aquela época, there is no gPhone! E acertei, hehehe!

    Até!

  18. Acho que o PRchakal, tá precisando de aulas de Português. Interpretação está sendo muito pedido em provas e concursos visse?

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email