Efeito Digg, efeito Goobo

por Alexandre Fugita

[Efeito Goobo]Sites escritos em inglês “correm o risco” de serem atacados, de repente, por uma massa de leitores ávidos por um de seus posts. Em geral isso acontece quando um post aparece na primeira página de serviços como o Digg ou Slashdot. Ambos os serviços publicam links interessantes e direcionam bastante tráfego, o suficiente para em alguns casos tirar um site do ar. O “ataque” amigo é conhecido com efeito Digg (antes chamado de efeito Slashdot). No Brasil temos alguns sites similares de notícias colaborativas como o Rec6, mas ainda não atingiu uma massa crítica a ponto de causar um efeito Rec6. Mas existe uma instituição (na verdade a combinação de duas) capaz de gerar tráfego bastante direcionado para determinado texto de um site. Trata-se da rede Globo de televisão… Isso mesmo, a Globo! A Cynara do Mundo Tecno chamou o fenômeno de efeito Globo. Tomo a liberdade de fazer uma reparação e rebatizo de efeito Goobo.

O Second Life e o Fantástico

No último Domingo o Fantástico falou sobre o Second Life (SL). Pelo menos é o que dizem pois nem lembro a última vez que assisti a tal programa… Para os que caíram agora de pára-quedas no planeta Terra, saibam que o SL é um jogo do tipo MMOG (Massively Multiplayer Online Game), cuja interface é um mundo virtual em três dimensões. Os habitantes (ou jogadores) interagem entre si, fazendo negócios, jogando conversa fora, construindo objetos, etc. Rola de tudo, até sexo. Como bem pontuou o Mundo Tecno, depois que acabou o Fantástico e por toda a segunda-feira, milhares de pessoas que assitiram ao programa dominical da Globo foram para a internet descobrir mais coisas sobre esse jogo maluco. Todos que já falaram sobre o assunto (Techbits incluso, leia meu sobre o Second Life) acabaram se beneficiando de pessoas pesquisando sobre sobre a segunda vida.

Google + Globo = Goobo

Calma, não é nenhuma fusão. Qual é a página inicial da web? O Google, claro. Todos os telespectadores do Fantástico vão ao Google fazer suas pesquisas. A Globo, por sua abrangência, consegue moldar os pensamentos das pessoas. Então, o que as pessoas procuraram no Google? Fácil, Second Life! Isso sempre acontece quando algo é noticiado no canal carioca. Foi assim no acidente do avião da Gol, no caso da cratera do metrô de São Paulo, na morte do ex-ditador iraquiano e mais recentemente no assassinato chocante do menino João arrastado pelas ruas do Rio de Janeiro. Na blogosfera há um sentimento de acusação aos que se usaram destes fatos para conseguir visitantes. Tudo isso é resultado do efeito Goobo.

Até o mais inesperado dos posts pode virar alvo do fenômeno. Um texto de 2003 da Garota Sem Fio, que citava o doce de profiterólis, começou a receber visitas do Google de forma consistente. A Bia Kunze só foi descobrir mais tarde que essa sobremesa era citada o tempo todo por um dos personagens principais de uma novela do canal dos Marinhos. Mistério resolvido, coisas que só a Globo e o Google explicam…

Comentários do Facebook
18 comentários
  1. Eu já senti o poder da Globo, escrevi sobre um filme uma semana antes dele passar só pra sentir o efeito, foi impressionante o número de visitas que ganhei e mais ainda, o número de visitas de pessoas que não digitavam o nome do filme corretamente.

    Já que não produzo conteúdo em inglês e nunca vou sair no DIGG, o jeito é apelar para a emissora carioca. =/

  2. Olá Cab!

    Pois é… acho que dá pra criar um blog só discutindo coisas que saíram na Globo. Tá certo que o efeito SL aqui não foi tão forte, mas recebi visitas procurando pelo jogo virtual.

    Planejo (há tempos) fazer um site em inglês para correr o risco de sofrer do efeito Digg, hehe!

    Abraços!

  3. Sacanagem, tu colocou em público uma coisa que eu estava pensando, fazer posts com os assuntos do fantastico, globo reporter….

    Isto não se faz, Fugita… ;D

    Mas, falando sério, eu sinceramente já estava pensando em fazer isto, e pelas referências suas, parece surtir resultado.

  4. Rafael,

    Hehehe! Acho que essa é uma saída para faturar com os clicadores malucos vindos do Google. Estou pensando em algo similar, mas não voltado para a Globo já que quase não assisto tal canal de TV…

    Sim, funciona, um exemplo é o da Bia.

    Falou!

  5. Oi Fugita!

    Gostei do post, complementou muito bem a linha de raciocínio do efeito Globo. Juntando ao ‘efeito Google’, é um fenômeno e tanto. Acho que descobrimos uma mina de ouro! hehehehhe!

    Um abraço!

  6. Recentemente saiu um noticia na folha sobre um blog gringo q atribuiu a foto da cicarelli com a prostituição no brasil onde as prostitutas usavam io pod para mostrar seus videos, algo assim. Entrei no blog para ver, só dava brasileiro nos coments do blog, vários e vários… tá certo que isso não saiu somente na folha, deve até ter saído em algum blog antes, mas foi um efeito parecido, acredito que aumentou em muito as visitas dakele blog.

  7. Cynara,

    Pois é, o negócio é explorar esse efeito (de forma ética) para render uns trocados. E também torcer para que o Rec6 venha a criar seu efeito “devastador”, hehehe!

    Diego,

    Foi no blog da revista Wired. A intenção da foto no post era humorística mas não foi bem recebida pelas pessoas. O blog da Wired já é bem visitado. Talvez tenha aumentado a quantidade de brasileiros por lá, sei lá…

    Abraços a vcs!

  8. E por enquanto o que faz sucesso por aqui é metablogging ;P

  9. Hehehe, Lucas!

    Essa é uma das bases para um blog atingir o sucesso!

    Falou!

  10. E eu que estou apenas começando nesse mundo blogueiro vou colhendo muitas dicas boas por aí… hehe

    Mas eu acho que um dos fatores mais contabilizados de um blog, embora aja estratégias (claro!) para adquirir trafégo, é o blogueiro manter a sua linha editorial.

    Se eu estiver errado pode me corrigir. Sua opinião é sempre importante.

    Abraços

  11. Fala Neto!

    Sim, também colhi muitas dicas valiosas ao longo do caminho e estou de portas abertas para ajudar outros, vc sabe!

    Corretíssimo quanto à questão da linha editorial: concordo em gênero, número e grau. Seguindo ela e postando conteúdo de qualidade, o crescimento é garantido.

    Abraços!

  12. Alexandre,
    taí uma expressão que tem de ir para Wikipedia!

  13. Quintino,

    Hehehe! ótima idéia. Mas acho que seria apagado pelas votações “democráticas” da wikipédia.

  14. […] no que se refere à origem dos visitantes; parece estar longe o dia em que surgirá um “efeito Rec 6” para conteúdo em […]

  15. […] se você viu mas eu vi 2 artigos sobre o efeito Globo sobre blog. Um foi no TechBits e o primeiro foi no MundoTecno. Os dois falando sobre o efeito Globo fazendo com suas visistas no […]

  16. […] fora do ar por conta de um “efeito TechCrunch” (referência ao famoso “efeito Digg” da maior rede social de notícias, onde os sites que ganham destaque em sua página recebem […]

  17. […] já ouviu falar do Efeito Goobo, é o que se diz do ataque de uma massa ávida por informação, depois de serem impulsionadas por […]

  18. Queria um dia ver o efeito digg, mas como não publico artigos em inglês, vou ficar sem. O rec6 e o linkk estão em baixa ainda, e não fazem um BOOM como dizem que o Digg faz, talvez melhorem e consigam então este efeito aqui no Brasil…

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email