A Síndrome do Boeing

por Alexandre Fugita

[WTC] Um ano atrás escrevi um texto com exatamente o mesmo título que este. Naquela época ninguém lia o Techbits, tinha recebido nem mil visitantes no total naqueles primeiros 40 dias de blog. Acontece que hoje é uma data importante da história recente e que nos faz lembrar que toda empresa, seja ela ligada à tecnologia ou não, precisa tomar alguns cuidados para simplesmente não desaparecer da noite para o dia. Há exatos 6 anos ocorreram os ataques ao WTC em Nova York, entre outros. Segundo o meu próprio texto:

Naquele 11 de setembro empresas literalmente evaporaram. Colaboradores mortos, infra-estrutura destruída. Nada disso impediu que algumas organizações voltassem a operar poucas horas após os prédios terem caído. O caso mais grave envolveu um banco de investimentos de títulos do governo americano que teve cerca de 70% de seus funcionários mortos (658 no total). Voltou a operar 2 dias depois.

Fornecedores de hardware e serviços também foram testados. Reza a lenda que a Dell enviou imediatamente 5000 computadores à região do ataque para suprir a demanda de seus clientes. Conta-se também que a IBM, menos de uma hora após o primeiro avião bater em uma das torres, já oferecia instalações temporárias a seus clientes em uma cidade vizinha a Nova York.

Claro, não é minha intenção ensinar métodos de DRP (Disaster Recovery Plan) aqui. Mas este texto é só uma lembrança que o pior pode acontecer e qualquer organização deste mundo precisa estar preparada caso um Boeing/ um terremoto/ qualquer coisa resolva atacar seus servidores e infraestrutura mínima para manter os serviços funcionando.

Já fez o seu backup hoje? Você os mantém em dois lugares fisicamente separados? Outras pessoas na sua organização têm acesso aos planos de emergência? Testou se tudo isso funciona em caso de necessidade? Mesmo que você seja apenas um blog, fique preparado. Muitos de nós usamos servidores estrangeiros, invariavelmente localizados na Califórnia… Já ouviu falar do Big One?

Comentários do Facebook
12 comentários
  1. […] – Onde você estava 6 anos atrás – blog do Cobra O 11 de setembro solidário – Bender Blog A Síndrome do Boeing – […]

  2. Excelente abordagem! Me despertou exatamente para os riscos que eu posso viver hoje sem ser piegas com o 11 de setembro oficial (e as consequentes lamentações).

  3. Eu trabalho em uma grande empresa e fiquei surpreso ao chegar aqui e ver a falta de estratégia de backup. Tem um monte de coisa que se parar não tem backup, muito menos redundância geográfica. É assustador, pelo menos pra um cara apavorado como eu. Se fosse diretor não iria dormir a noite.

  4. Olá, o TechBits foi indicado para participar do meme de indiacação de feeds.
    Confira la no http://www.mistofrio.com/archives/382

    Se der partticipe ai!

    Valeu

  5. Gabriela Bia,

    Pensei em escrever algo mais aprofundado, mas achei que ia ficar muito complexo e ninguém ia ler. Do jeito que saiu ficou bom (acho) e, como vc mesmo disse, sem o jeito piegas da maioria das postagens que lembram essa data.

    Vinícius,

    Pois é… se até aqui que é um blog tem backup, toda empresa deveria ter, hehe! Aqui já fiquei parado algumas vezes por problemas de código ou do servidor. Mas corri atrás para minimizar o impacto.

    Willian

    Ok.

    Abraços a vcs!

  6. Me tornei assinante de seu feed agora e já lhe digo que este post é de grande ajuda !

  7. 7. Rufino Giuliano disse em 13 set 2007 - 21:25

    Pois é.

    Imprevistos não avissam.

    O armazenamento de informação tem que ser muito bem planejado, sem se esquecer do processo de recuperação da mesma em caso do caos.

    Pessoas dependem de informação, portanto este bem tem que ser cuidadosamente armazenado.

    Todo tipo de cuidado é pouco!

  8. Diego,

    Ótimo, informação útil e agora vc não perde nada! :-)

    Rufino,

    Concordo totalmente com seu comentário. Além de armazenar com cuidado é necessário o plano para caso de desastres.

    Abraços a vcs!

  9. […] – Onde você estava 6 anos atrás – blog do Cobra O 11 de setembro solidário – Bender Blog A Síndrome do Boeing – Techbits Relembrando: Ontem, hoje, amanhã – Adão Braga. Conectado! Meme histórico – 11/09. Onde […]

  10. […] Neste caso temos que fazer backups e mantê-los em lugares fisicamente separados para evitar a síndrome do Boeing. Isso tudo custa dinheiro e usar a computação em cluster do Google soa muito mais […]

  11. 11. Everton noguez disse em 13 ago 2008 - 22:33

    Gostei do post e queria saber se o blog vai voltar a ser atualizado como antes, ou irá ficar muito tempo sem atualização.

  12. assim como infelizmente também houve casos de que a empresa, mesmo sobrevivendo ao ataque, anos depois não sobreviveram ao mercado.. =/

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email