YouTube: vale US$ 1,5 bilhão?

por Alexandre Fugita

[YouTube] Se você acabou de cair na Terra e nunca ouviu falar do YouTube, pare de ler imediatamente e vá visitar o site. O YouTube é um sucesso. Já passaram por lá Vanucci, Ronaldinho, a novela Páginas da Vida e mais recentemente Cicarelli (*). O grande problema que muitos apontam é que o site, com um tráfego imenso, não tem receita suficiente para pagar por seu uso de banda. E o dinheiro recebido de capital de risco no final de 2005, está acabando. Mas isso está para ser resolvido. O NY Post de hoje traz uma matéria que informa que o valor de venda do site seria de US$ 1,5 bilhão… e há interessados.

100 milhões de vídeos por dia

Em julho o YouTube transmitia 100 milhões de vídeos por dia. Recentemente estatísticas mostraram que o YouTube já havia passado quase 10 mil anos de vídeos. Essa grande visitação é um ponto forte para a venda do site que poderia ser explorado com anúncios. Hoje há anúncios do Google Adsense. O ideal seria colocar propaganda nos vídeos. Mas como boa parte do material do YouTube infringe leis de direitos autorais (90% segundo estimativas), colocar anúncios dessa forma exige primeiro regularizar a situação dos vídeos.

YouTube com os dias contados

Mais polêmico, o blogger Mark Cuban diz que o YouTube está fadado ao fracasso. Aponta duas evidências: primeiro pergunta “por que usar minha largura de banda para vídeos se posso obter isso de graça?”. Blogs, sites, emails, qualquer coisa que aceite códigos HTML pode ter um vídeo do YouTube sem usar a própria banda. Uma verdadeira torneira aberta que joga custos lá no alto.

O segundo motivo é o problema de vídeos que infringem leis de direitos autorais. O YouTube retira do ar material postado irregularmente após solicitação dos detentores dos direitos legais. Mas por enquanto a maioria das empresas de mídia parece não se preocupar com isso (exceto a Universal). Estão esperando para ver no que vai dar. O Google mostrou que a busca aumenta o interesse (e os lucros). Talvez o YouTube prove o mesmo para os vídeos.

O ValleyWag aponta que o YouTube encontra-se em uma encruzilhada: debatendo o recente acordo do site com a Warner para distribuição de conteúdo, diz “este acordo é a mudança do YouTube do ‘nós adoramos nossos usuários’ para o ‘putz, precisamos ter lucro’ “.

O YouTube, a Busca, e a Cauda Longa

O sucesso do YouTube está ligado a dois fatores presentes nas organizações de maior sucesso da internet: A Busca e a Cauda Longa. Por busca entende-se a facilidade de achar vídeos interessantes no site que são taguizados, característica da web semântica e web 2.0. Quando se trata da Cauda Longa podemos dizer que há mercado para todo tipo de conteúdo e que o barateamento da distribuição permitida pelo YouTube, juntamente com o poder da busca, cria esse que é um dos mais recentes sucessos da web.

Leia também:

Confirmado: Google compra YouTube por US$ 1,65 bilhão

(*) fora do ar no YouTube, mas disponível por aí pela internet…

Comentários do Facebook

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /var/www/vhosts/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273