Um milhão de domínios .br; mas a burocracia continua a mesma

por Alexandre Fugita

[www.br] Uma das notícias que tenho visto nos últimos dias é que o Brasil está prestes a atingir 1 milhão de registros de domínios .br na internet. Ao mesmo tempo que é uma ótima notícia, esconde um problema que é a burocracia para se conseguir um domínio .com.br. Enquanto que nos EUA registrar um domínio .com é muito fácil, aqui o órgão regulador complica a vida de todo mundo. Se demoramos 10 anos para atingir a marca de 1 milhão, uma desregulamentação poderia acelerar o processo para chegar aos 2 milhões mais rapidamente.

PontoCom

Atualmente falar em pontocom é sinônimo de internet. Significa uma empresa na web, um site, algo relacionado a isso. Então, quando alguém necessita montar um site, nada mais natural do que querer que o sufixo seja .com.br. Mas se você não tem CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), nada feito. Uma pessoa física tem que se contentar com as terminações .nom.br ou alguma das reservadas a profissionais liberais como .adv.br, para advogados.

Recentemente a entidade reguladora no Brasil, a NIC.br, definiu novo domínios possíveis. Surgiram o .blog.br para blogs, o .vlog.br para blogs de vídeo, o .flog.br para fotos… Fala sério… quem vai querer criar um blog com a extensão .blog.br? É preferível registrar o domínio fora do Brasil no estilo .com mesmo. Mais fácil, sem dor de cabeça, talvez não exatamente o que se pretendia no início…

Todos querem .com.br

As estatísticas do próprio órgão regulador mostram que 92% dos registros de domínios no Brasil são .com.br. Pessoas físicas com o .nom.br representam 0,3% e profissionais liberais, menos de 3%. A iniciativa da NIC.br é interessante, dá liberdade de escolha em relação à extensão do site mas não permite escolher o mais cobiçado de todos.

Enquanto o Brasil vive defendendo uma descentralização do controle da internet mundial, fica controlando a rede dentro do país com mãos de ferro. Talvez a falta de startups tupiniquins tenha um nome: burocracia.

Comentários do Facebook
7 comentários
  1. ola
    Adorei o techbits. Nao o conhecia.

    Sobre o post, só tenho uma dúvida: o que é feito mesmo com todo o dinheiro arrecadado com as anuidades do .br?

    Ateh logo!
    Maysa

  2. Olá Maysa!

    Que bom que gostou do Techbits! Volte sempre, hehe!

    Bom, pesquisei esse assunto agora mas não consegui chegar a nenhuma conclusão. Os únicos textos que falam sobre isso questionam o destino desta taxa. Pelo que parece o CGI/ NIC não informa o que é feito com o que exatamente é feito com o dinheiro. Serve apenas para manter o serviço de cobrança/ DNS deles aparentemente.

  3. Carus amigus:

    Gostarya de agradesser a portunidadi di partissipar dessi lugar bakana.

    Nóis só num intendi é purque o qui essis hômi da Internete du Brasir faiz com o tutú qui entra nus cofri que prá nóis tá parssendu cofri virtuáu.

    Purque tutú qui é bão pra incruzão virtuar num sobra porqui essis homi gazta tudu con viagi pru mundu afóra e com as tar de reunião de gi grupo com comida di primeira.

    abusando.org nelis.

    Brigadu.

    Jéca Tatú

  4. Oi:

    Achei esse post… bem, também somos contrários a requisição de um CNPJ para registro de um domínio .com.br – Porém vale lembrar que se esta exigência um dia cair, os domínios .com.br serão registrados em massa por empresas no exterior, ou seja, a probabilidade que você acabe tendo que comprar o domínio do seu interesse no mercado secundário, crescerá.

    Atenciosamente,

    Ricardo Vaz Monteiro
    Nomer.com

  5. Ricardo,

    Sim, o CNPJ é só mais uma burocracia inútil. Mesmo com concorrência de alguém de fora comprar domínios, ainda terão que pagar relativamente caro para mantê-lo por um ano, acho que não valeria a pena. Isso seria um problema se a Fapesp ou sei lá que entidade controla isso deixasse de ser a única Registar do Brasil. Mas ainda assim acho ótimo a desregulamentação total desse negócio.

    Abraços!

  6. Olá,

    você poderá saber mais sobre para onde vai cada R$30,00 pagos para a registro.br neste link:

    http://abusando.info/denuncias/

    Márcio Almeida
    ZIP REGISTRO
    http://www.zipregistro.com.br

  7. A burocracia do registro de domínios no Brasil…

    Ontem o Registro.br, órgão que faz parte das incontáveis entidades que cuidam da gestão da internet no Brasil, liberou uma lista com 78860 domínios que podem ser novamente registrados após passar um período quase que sem donos. Há de tudo um po…

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email