DRM: Windows Media e iTunes desbloqueados

por Alexandre Fugita

Windows Media e iTunesUma das discussões intermináveis do mundo da tecnologia, ganhou novos contornos esta semana. O DRM sofreu um novo ataque. Não, isso não é o nome de uma banda. DRM é a sigla para Gestão de Direitos Digitais (Digital Rights Management, em inglês). Trata-se de um conjunto de tecnologias que visa proteger direitos autorais e de cópia de arquivos digitais como músicas, filmes, fotos e e-books. Foram divulgadas formas de contornar arquivos protegidos do Windows Media Player e do iTunes, dois dos tocadores de mídia mais usados atualmente.

Gravadoras vs. Consumidores

Os detentores de direitos autorais têm, como o próprio nome diz, direito sobre suas obras. Quanto a isso não há discussão. Músicas, filmes, fotos, livros, tudo isso está protegido de alguma forma por leis, mundo afora. Uma das formas de monetizar (dinheirizar, diriam os mais xenófobos alguns) tais obras é cobrando do consumidor final uma quantia pelo direito de uso. É aí que surge o problema quando tratamos de arquivos digitais. Não estou falando de preço, e nem de cópias ilegais.

Se você compra uma música na iTunes (nós brasileiros não podemos fazer isso), só poderá ouví-la em seu iPod. “E daí?”, você pergunta. Atualmente iPods são acessórios da moda, todos querem ter um. Vamos supor que daqui a alguns anos você resolva trocar seu iPod por um mp3 player de outra marca… Aí vem a lembrança: foram milhares de “dinheiros” com música legalizada na loja da Apple. O que fazer? A resposta simples é: comprar todas as músicas de novo. A resposta ruim é: ficar preso aos iPods para sempre.

O DRM e Marisa Monte

A reinvidicação dos usuários é simples: que tal se pudéssemos usar a mesma música comprada para o iPod, no Zune, no PC/ Mac (*), no CD do carro, no mp3 do celular? Isso se chama fair use, ou o uso justo. Não se trata de pirataria. É apenas o direito de usufruir da forma que bem entender por aquilo que se pagou.

Recentemente tivemos o caso da Marisa Monte que bloqueou a tranformação de seus CDs em mp3 para fair use no iPod, por exemplo. Causou polêmica, mas nem tanto quanto o caso do rootkit da gravadora Sony-BMG.

(*) na verdade dá pra usar no PC e no Mac, desde que se use o software da Apple (iTunes) e que o computador seja o mesmo que foi usado para comprar a música.

Comentários do Facebook

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /var/www/vhosts/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273