Claro, que genial!

por Alexandre Fugita

Claro iPhone 3GComo todo mundo nesse Brasil também quero um iPhone 3G. Tanto que me inscrevi no site da Claro para ser avisado das novidades do lançamento pela operadora. Hoje pela manhã recebi uma ligação de um suposto consultor da Claro falando que poderia reservar o objeto de desejo por 100 reais. Até aí, ok, sem problemas. Podemos considerar isso comum para algo que certamente terá demanda elevada.

A conversa continuou e fui informado que só poderia fazer isso por telefone, naquela ligação e teria que passar o meu cartão de crédito para o vendedor. Como? Sim, isso mesmo. Um cara me liga e pede meu cartão de crédito. De imediato neguei a reserva. Não passo nem o nome do meu cachorro por telefone!

Concordo que fui eu quem passou as informações de contato para a Claro, ou seja, devo ter concordado em alguma letra minúscula que receberia essa oferta via ligação. Mas considero isso uma falha de segurança incrível.

E se alguém mal intencionado resolve ligar aleatoriamente para pessoas dizendo ser da Claro e que para a reserva precisa do cartão de crédito? Não ficaria espantado se muita gente concordasse tamanho o poder de persuasão dos bandidos. Vai ter até gente comprando 100 reais de crédito para pré-pago Claro e passando isso por telefone… Não acredita?

Lição de casa

Como todo blogueiro que se preza, fiz a lição de casa. Liguei para a assessoria de imprensa da Claro e tirei minhas dúvidas em relação a esse procedimento. É isso mesmo, confirmado com a assessoria de imprensa. Questionei a segurança do processo e fui informado que é a mesma coisa que tele-vendas ativo, ou seja, padrão. Informei minha preocupação com golpes e disseram que há todo um protocolo de segurança que é seguido. Ok, mas eu não dou o nome do cachorro por telefone pra ninguém!

Quanto a preço e disponibilidade, há vários boatos por aí. Mas a resposta padrão é que não podem informar isso ainda. Ah, e o boato que não devolverão os 100 reais da reserva, é mentira! Vão devolver sim.

No mais é isso. Sinceramente não gostei da forma que estão procedendo na reserva do iPhone. Não sei de quem foi essa idéia genial lá dentro da Claro. O detalhe é que a idéia é idiota… E daqui a pouco vai virar golpe e sair no Balela.info.

Comentários do Facebook
26 comentários
  1. 1. Felipe disse em 28 ago 2008 - 12:29

    Que idéia genial, parece as idéias que o chefe do dilbert (dilbert.com) tem.

    Estou achando que tudo que tiver iPhone no meio aqui pelo Brasil vai dar bagunça.

  2. Estranho, eu fiz a requisição de interesse mas até agora não houve nenhum contato. Apesar desse detalhe, a Claro continua sendo a melhor operadora no momento. :P

  3. Meu caro Fugita,
    não vou entrar na questão marqueteira da Claro. Se ela fez errado ou não.
    Vamos ao que interessa: quer dizer que você não passa seu número de cartão de crédito por telefone? Medo de ser hackeado?
    Então pergunto: você dá o seu cartão ao garçom de um restaurante na maior tranqüilidade? E se ele cloná-lo enquanto você espera tranqüilamente pelo café?
    O meu já foi clonado em um hotel Hilton em San José, na California. O que tive de fazer foi ligar para o Bradesco Visa e informar que não havia gasto quantia alguma, pois quem pagava minhas despesas era a Intel, que me havia convidado para o IDF.
    Levou algum tempo, alguns dias, menos que um mês, e fui reembolsada.
    Existe gente do mal em todas as esferas, meu caro.
    Não só no telefone.
    Desse jeito, você não pode nem sair mais à rua com dinheiro plástico.
    Abraços digitais e espero que seu iPhone 3G chegue em boas mãos.
    Mari-Jô Zilveti
    http://nomadismocelular.wordpress.com

  4. A Vivo lançou uma estratégia muito melhor, no maior estilo Apple.

  5. Fugita,
    Também não entendi esta historia, mas com certeza tem o dedinho da Apple, que não vai liberar a quantidade desejada de aparelhos pelo operadora.
    E com esta “pré-compra” mostra o interesse das pessoas pelo terminal.

  6. @Mari-Jô Zilveti, essa eu te respondo, me diga, qual é mais seguro:
    ° Ligar pra a Submarino, fazer a compra e dá o número do cartão?
    ou
    ° Alguém te liga e diz que é da Claro e pede o número do teu cartão?

    A questão não é passar o número do cartão pelo telefone, o problema é alguém te ligar falando que você deve pagar 100 reais pra ter um objeto que você num sabe o dia, nem hora e nem quanto vai pagar..

  7. 7. Felipe disse em 28 ago 2008 - 13:22

    @Dabiel Vieira Acho que agora ela entendeu a diferença.

  8. Fugita san,

    Eu não dou muito tempo pra isso virar balela, viu? Bandido que é esperto está sempre atento a esses furos de segurança e engenharia social é isso aí.

    Dá um saque em quantos comentários de gente dizendo que CAIU no golpe do SMS já pintara no Balela: http://balela.info/arquivo/sbt-seu-aparelho-movel-foi-premiado/

    Tiro no pé da Claro, claro.

    Abraço

  9. Felipe,

    Bom, idéia genial que certamente vai dar problemas, hehe!

    Renê,

    Eu sou mais legal que você! :-)

    Mari-Jô Zilveti e Flávio,

    opa! Talvez não tenha ficado claro, mas o que eu quis dizer é que não acho legal esse forma de contato na qual é necessário fechar o negócio de reservar por telefone e fornecendo o cartão de crédito.

    Espertinhos podem usar esse expediente para aplicar golpes por telefone. Em uma amostragem de 20 pessoas, uma delas de repente, vai acabar dando os dados e cair em um golpe.

    O Daniel Viera explicou bem o que quis dizer!

    Henrique,

    Qual é a estratégia da Vivo?

    Manoel,

    Deixa o post preparado!

    Abraços a todos!

  10. Daniel,
    se alguém me ligar oferecendo um iPhone 3G por apenas cem reais, é cRaro que não caio. A Claro pode ter errado na estratégia.
    O que eu disse se refere a usar ou n ão o dinheiro plástico. Sempre existem furos. Sempre existem possibilidades de ser clonado. Não me venha com essa de que você nunca passou seu número de cartão por telefone pra ninguém. E os sites então, que pedem sempre seu número de car~tao. E os sistemas de televendas, cujos operadores ainda não são de zeros e uns, mas de carne e osso.
    Bom,
    se a Vivo e a Claro estão disputando o desejo do consumidor palmo a palmo, vamos ver o que a TIM vai fazer.
    Enquanto isso, Steve Jobs deve estar rindo, sentado confortavelmente em sua cadeira com as cifras de dólares na casa dos milhões, com o tanto iphone 3g vendido.
    E nós aqui discutindo o que uma operadora faz ou deixa de fazer.
    Eu pergunto quanto vai custar essa brincadeira? E o plano que será necessário assinar pra pagar a conta do iphone 3g no Brasil?
    http://nomadismocelular.wordpress.com/2008/06/13/eae-ja-esta-claro-quem-vai-pagar-a-conta-do-iphone-3g/

    Abs
    Mari-Jô Zilveti
    http://nomadismocelular.wordpress.com

  11. @Mari-Jô Zilveti, nunca passei meu número de cartão por telefone, primeiro, que eu sou menor de idade, segundo, eu só passaria se eu estivesse ligando, e não se alguém ligasse pra mim pedindo o número! Compra pela internet só é perigosa quando a pessoa é idiota o suficiente de sair clicando em tudo que for link, e comprar nas lojas que ninguém conhece! Cartão só é clonado quando você passa naquelas maquininhas, não quando você simplesmente passa o número!

    Se o seu cartão foi clonado ou não, não quer dizer que o cartão de todo mundo vai ser clonado!

    Ahh.. não estão vendendo o iPhone por 100,00, estão vendendo a reserva..


    Relendo seu primeiro comentário, posso te fazer uma pergunta fora do assunto? Se a Inter tava pagando as tuas despesas, por que você deu teu cartão? :s

  12. Intel*

  13. […] Fugita já viu que o negócio de não devolver os 100 reais de pré-pagamento e reserva são sim devolvidos caso […]

  14. Apesar de voltar tarde da noite, volto a explicar ao menor de idade Daniel Vieira.
    Em primeiro lugar, Daniel, já que você diz ser menor de idade, talvez não saiba por falta de prática: é praxe quando você se hospeda em hotéis dar o número do seu cartão de crédito. Isso serve como uma espécie de “garantia”, caso o hóspede decida tomar todas as mini-garrafinhas de whisky importado ou leve na sua mala os confortáveis roupões de banho.
    Já viajei muito a trabalho ao longo de mais de duas décadas. Muitas vezes paga pelo jornal, outras tantas a convite de empresas que levam jornalistas de tecnologia. Sempre pedem o tal do cartão de crédito. Se você se recusa a dar o seu, como venho fazendo ultimamente, pode haver duas opções: ou seu telefone fica bloqueado, idem geladeira, ou alguém que está te convidando, por exemplo, se responsabilizia. Já houve casos de me pedirem dinheiro vivo. Tenho recusado.
    Ah, eu não tenho medo de dar meu cartão de crédito em televendas, sites. E desde que tenho escrito sobre internet, sempre fiz experiências de compras online. Isso foi há muito tempo, quando começou a experiência de bit-commerce ou comércio eletrônico. Ah, e tampouco tenho medo de dar meu cartão a garçons em bares.
    Em pouquíssimas ocasiões tive problemas. Uma vez em Nova York, uma caixa, apressada e mal-humorada, me cobrou duas vezes. A segunda foi em San José, cobrança indevieda. Fui devidamente reembolsada nas duas ocasiões.
    Quanto à ligação da Claro, obviamente, eu não seria cética. Mas ter medo de usar cartão, não tenho. Aliás, praticamente aboli cheques. Esses sim estão mais sujeitos à falsificação e adulteração.
    Abraços digitais a todos os leitores do Fugita e Garcia Sales, seja muito bem-vinda. Podemos trocar figurinhas sempre que você quiser.
    Mari-Jô Zilveti
    http://nomadismocelular.wordpress.com
    http://twitter.com/zilveti

  15. Será q eles me ligaram e eu não atendi pq era número privado ? pq eu fiz lá o tal cadastro.

    Ah, já sei, eles não me ligaram porque eu estou movendo um processo contra eles de danos morais, e meu cpf e dados deve ter acionado algum alerta vermelho.

    É bem o que o Manoel Netto falou, tem mt espertinho ai, que vai aprontar… e mais processos a Claro vai ganhar.

    Engraçado, é a vivo comemorando o reposicionamento da marca e Claro fazendo esse tipo de estratégia furada e absurda. E eu tb não vi a estratégia da VIVO, qual é ?

    Q Furada, Claro!

  16. Ok!
    Mais é o que eu tava falando, pelo que eu entendi do Fugita é que ele não passa o número do cartão pra alguém que liga pra ele pedindo, dizendo que é da claro! Se fosse ao contrário, ele ligando pra lá, aew sim, eu acho que ele passaria..

  17. só pra lembrar: eu sou brasileiro, não desisto nunca e não quero um iPhone.

  18. q cagada…
    Só o iPhone pra levantar a Claro, pq eles dão mancada atrás de mancada…

  19. Querem 100 reais pra quê? Espero que as outras operadoras não façam o mesmo, porque pelo o que parece, esse tipo de prática está sendo considerada como ilegal pelo o PROCON.

    Agora é esperar…

  20. Olá, tudo bem?
    Estou enviando esse recado pra te comunicar que coloquei seu site na minha lista do Blogday 2008 (dia internacional do blog).
    Ajude a causa blogger também, escreva para seus visitantes 5 blogs que você recomenda.
    E não esqueça de visitar o meu… http://soulthrash.blogspot.com

  21. 21. Pedro disse em 31 ago 2008 - 15:28

    @Tiago Celestino

    Querem 100 reais pra quê? Bom, eu chutaria que é par ter certeza de qual é o número de clientes realmente interessados em comprar o iPhone 3G, separando assim dos que simplesmente fizeram o cadastro no site. Com isso a empresa passa a ter informações mais precisas que poderão subsidiar sua estratégia de venda. Quanto ao Procon, não sei até que ponto é ilegal, pois na verdade eles estão cobrando um adiantamento pelo produto. Só para citar dois exemplos, as montaadoras de automóveis e a indústria de turismo fazem isso corriqueiramente. Não creio que seja ilegal.

    E só pra deixar claro, desculpe o trocadilho infame, não tenho nenhum vinculo com a Claro, achei um verdadeiro tiro no pé, não a cobrança dos 100 reais, mas a maneira como isso é feito. Enfim, na minha opinião eles erraram feio, mas não por fazerem algo que é prática de mercado.

  22. nossa como vc é um baba-ovo, da claro.

    e com é um ignorante( se vc se informar um pouco mais verá q isso é contra o direto do consumidor)

    e to bravo com vc pq seu blog é uma influencia aos mesmo consumidores.

    poxa, pensa um pouco mais eantes de escrevfer besteira

    e me responda este comentario por favor

  23. Tb não achei legal não, eu também não passaria dado algum… É meio invasivo, né? Bom, mas vindo da Claro não dá para esperar grande coisa… Fugindo do assunto…Fugitaaaaaaaaaa, vamos trocar links? Fica aí com os meus: http://www.batepapoecommerce.com e http://www.upalupa.com.br O seu já está nos dois… Temos que marcar outro almoço. Abraço

  24. @Pedro,

    parece que a justiça não enxergou como legal e agora não vai ser preciso pagar para reservar o iPhone pela Claro.

  25. Um procedimento um tanto estranho, vindo de uma operadora como a Claro.
    Foi uma idéia não muito feliz.
    Em uma coisa nós concordamos, não passo nem o nome do cachorro por telefone, ainda mais com a onda de falsos sequestros em minha cidade.

  26. 26. Vinicius disse em 15 nov 2008 - 12:07

    Como todo mundo nesse Brasil também quero um iPhone 3G???

    Todo mundo? Ou só emos e dementes?

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email