Celular dá câncer? Novo estudo inconclusivo

por Alexandre Fugita

[Celular dá câncer?] Em busca de fontes de inspiração vi uma notícia está se destacando das demais: um novo estudo indica que usar celular não dá câncer. Ótimo, bom pra todo mundo, já que o celular está se tornando um meio bastante comum de comunicação. Em várias das fontes que consultei, li que esse é o maior estudo já realizado do gênero, acompanharam milhares de pessoas por vários anos, essas coisas. Aparentemente está tudo certo e o estudo conclui que não há qualquer evidência que a relação câncer-celular seja verdade. Mas surgiu uma dúvida: pelo que entendi compararam alhos com bugalhos. Não tem como provar algo assim…

O estudo

O estudo acompanhou pouco mais de 420 mil pessoas que usam celular na Dinamarca, e apurou que neste universo ocorreram 14.249 casos de câncer. Levando-se em conta a incidência normal da doença na população dinamarquesa (grupo controle), deveria ter ocorrido 15.001 casos. Como é possível observar o grupo de usuários de celular foi menos afetado que a média da população em geral. Então celular não dá câncer, muito pelo contrário, previne.

Dúvida

O grupo controle, ou seja, a população da Dinamarca, deve usar celular. O correto para o estudo mostrar realmente que não há diferença entre usar ou não celular seria estudar grupos que nunca (nunca mesmo) usaram celular e grupos que sempre usaram celular. Usando a média da população como grupo de controle, incluíram pessoas que usam celular com freqüência, pessoas que nunca usaram celular (raro, imagino), e pessoas que já usaram celular em algum momento da vida… Ou seja, comparar um grupo que usa celular com outro que também usa celular, é claro que o resultado vai ser rigorosamente o mesmo. E foi isso que deu.

Concluindo

Não estou dizendo que usar celular dá câncer. E muito menos estou dizendo o contrário. Esse estudo é como todos os outros: inconclusivo. O mais plausível seria considerar que qualquer coisa em excesso deve fazer mal e, portanto, o uso moderado sempre é recomendado. Na dúvida, vá de viva-voz ou fone bluetooth (que também é um rádio)…

Comentários do Facebook
10 comentários
  1. 1. Zé disse em 10 dez 2006 - 10:19

    Estudo estranho esse. De qualquer forma eles apenas associaram a pesquisa a cânceres na região da cabeça e leucemia, não a qualquer tipo de câncer, e o período analizado foi bem grande, isso talvez diminua o “bias” nos dados . Mas pelos motivos que você mesmo citou ele não deixa de existir.
    Agora, já dizer que previne vamos tomar cuidado, a diferença entre o controle e o grupo de estudo é estatisticamente insignificante, na prática o que dá pra dizer é que não há mais casos de câncer entre a população que usa celular do que na que não usa. Ponto final.

  2. Olá Zé!

    O “bias” que citei foi o fato de comparar um grupo que usa celular com outro que também usa celular… Não fez sentido pra mim.

    Qto à parte que digo que previne, na verdade faltou a tag avisando que aquela frase era para ser engraçada. Claro que 15 mil e 14 mil e uns quebrados é a mesma coisa estatisticamente dentro daquele grupo. Tanto que afirmo no penúltimo parágrafo que o resultado foi exatamente o mesmo.

    Falou!

  3. Tá me cheirando mais é uma pesquisa encomendada. Mas tudo bem. Tô, por enquanto, fora desse grupo. Não tenho celular “meismo”. Se quiserem fazer pesquisa comigo, tamos ai. Mas espero lucrar algum. Puro interesse.

  4. Olá Issamu!

    Não sei se é pesquisa encomendada… mas a mídia inteira já declarou que é um estudo conclusivo. Na minha opinião é apenas mais um estudo que tem o seu resultado inconclusivo…

    Pois é… mas se te pagarem para ser cobaia, vc pode gerar um viés a favor do patrocinador do estudo o que comprometeria os resultados, hehehe! Mas vale pelos trocados!

  5. Cara, esse é mais um daqueles assuntos polêmicos não? certa vez eu recebi um e-mail que dizia que um celular havia explodido um posto de gasolina, achei aquilo insano e logo descartei essa possibilidade, certo tempo depois eu tava abastecendo o carro em um posto aqui perto e quando olho pro lado eu vejo uma placa escrita “não use celular, risco de explosão” :O! nossa, será que o gerente do posto recebeu esse e-mail também e colocou aquela placa ali por segurança? ou será que realmente é verdade?
    um amigo também já comentou que se você ligar de um celular para outro e colocar os respectivos celulares de frente com um Ovo no meio, o ovo é cozido depois de um determinado tempo :O! assustador né?

    ainda bem que eu não gosto de ficar horas no telefone e até procuro evitar de usar, uso apenas para falar o necessário, mas para quem gosta esse é um assunto interessante que deveria ser visto, eu mesmo sou um leigo quando o assunto é telefonia, até pouco tempo atrés eu não sabia o que era uma PABX :O!

  6. Olá Tiago!

    Esse negócio do celular e posto de gasolina virou lei municipal aqui em SP apesar de isso nunca ter sido provado… Certamente os celulares emitem sinais de rádio… mas explodir um posto ou cozir um ovo parecem exageros…

    Até!

  7. 7. Zé disse em 16 dez 2006 - 17:34

    Oi Alexandre (putz, faz tempo que não visito aqui ^^). Eu sei que o texto do Cardoso linkado por vc leva bem pelo lado da brincadeira mesmo. É que justamente uma boa parte da mídia “séria” já falou desse estudo justamente como uma resposta a todas as perguntas, então achei legal frisar isso.

    Abraços.

  8. Olá Zé!

    Não exagera :-), nem faz tanto tempo assim. Menos de uma semana, hehe! Sim, o link para o texto do Cardoso no Meio Bit é uma brincadeira com ar irônico. Acho que meus textos precisam ser mais descontraídos do que são para não passar a idéia errada sobre o que estou querendo falar… hehe!

    Eu vi a mídia cobrindo esse estudo como o definitivo em termos de celular-câncer. Não é definitivo, nem correto, nem errado. Só é mais um estudo. A mídia “séria” está, aos meus olhos, perdendo credibilidade. Uma série de acontecimentos e fatos, não necessariamente relacionados ao assunto deste post, me levam a crer nisso.

    Até!

  9. Há tanto alarmismo em volta do celular, que quando surgiu uma insignificância estatística que pudesse ser mal-interpretada em PROL do Celular, achei justo puxar a braso pro lado do coitado.

    O que é curioso é que as pessoas não entendem o básico do conceito de radiotransmissão, eletromagnetismo, etc. Separam “celular” do resto. Quando escutam “RADIAÇÃO eletromagnética”, já pensam em Goiânia e Hiroshima, não têm idéia de que qualquer fonte de luz É radiação eletromagnética.

    Também acho um absurdo o pessoal sair gritando contra celulares e suas pífias frações de Watt, as mesmas pessoas que vão pra praia e se enfiam debaixo do Sol, recebendo literalmente milhares de vezes mais radiação eletromagnética.

    Pergunte a um dermatologista qual o pior, celular ou Sol do MeioDia. Não deveria existir uma epidemia de câncer de pele causado por celular?

  10. Olá Cardoso!

    Eu me divirto com a imprensa divulgando os últimos estudos científicos. Em geral jornalistas sabem nada de tudo, ou seja, nada… E viajam bastante qdo estão falando de estudos médicos, etc… como vc mesmo exemplificou: quer assustar e convecer? Use a palavra radiação que todo mundo vai ficar preocupado! hehehe! O celular é a tecnologia da vez. É bem provável que qdo inventaram a televisão todo mundo falava que aquilo dava algum tipo de doença (nos olhos?) já que emite muiiita radiação. Nunca vi ninguém morrer de câncer por causa da TV. Daqui a alguns anos esse questionamento vai cair no esquecimento e o celular terá seus dias de paz, hehe!

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email [email protected]

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email