Tomadas: reserva de mercado sem reserva

por Alexandre Fugita

tomadasUm dos assuntos que vem me preocupando bastante e que na verdade nem é foco direto deste blog – aqui costumo falar mais de web e internet – é o caso das tomadas brasileiras. Eu sei que o assunto já está meio velho, que perdi o timing para publicar isso, mas convenhamos, essa ideia maluca do governo forçar um padrão de tomadas que não existe em lugar nenhum do mundo cheira a reserva de mercado sem reserva.

Explico: pelo que entendi e descobri nas lojas de material elétrico por aí, o governo, além de obrigar todos os aparelhos e tomadas a usar um padrão brasileiro, proibiu a venda de adaptadores entre os padrões existentes no Brasil e no mundo com o novo sistema brasileiro de tomadas. Está difícil encontrar tomada apropriada para aparelhos novos adquiridos no Brasil e futuramente os adquiridos no exterior.

Meu irmão comprou recentemente um notebook HP que veio com a nova tomada de três pinos brasileira. Chegou em casa todo feliz e… não conseguiu conectar em tomada alguma. Foi correndo a uma loja comprar um adaptador e… não encontrou adaptador algum em loja nenhuma… Ok, ele já tinha outro notebook HP e o carregador do antigo funcionou direitinho no novo mas deu para entender o drama, não?

Imagine agora nós, geeks, comprando o último lançamento da Apple ou o Nexus One do Google em uma viagem ao exterior. As tomadas deles são diferentes do Brasil, óbvio. Mas sempre foi possível comprar um adaptador e todos nós vivemos em paz. Mas daqui pra frente a tendência é que as tomadas com padrões antigos desapareçam tanto das casas quanto dos escritórios. Em alguns anos aquele gadget importado não mais funcionará no Brasil sem alguma gambiarra maluca.

Fica claro para mim que o que o governo criou foi uma reserva de mercado falsa. Ao invés de impor novas barreiras alfandegárias – que já existem e são altíssimas – inventaram uma tomada que não é compatível com nada que existia antes dela. É ou não é reserva de mercado?

Comentários do Facebook
28 comentários
  1. Bastá um alicate, chave de fenda e fita adesiva para fazer uma bela gambiarra e contornar o problema, eu mesmo já troquei a tomada da minha nova TV que veio nesse padrão maluco.

    Mas aposto que isso ainda vai dar muito o que falar e vão acabar abandonando a ideia.

  2. Na verdade, esse padrão já é utilizado por toda a Europa, não foi inventado aqui no Brasil. Recomendo que você de uma olhada no Blog do Aylons, tem um texto muito interessante e esclarecedor sobre o assunto.
    http://www.aylons.com.br/2009/do-padrao-brasileiro-de-plugues-e-tomadas/

  3. Fugita

    Acredito que o que seria necessário a troca das tomadas, ou pelo menos a que é usada para isso, já fiz isso em uma aqui em casa.

    Imagina, um novo produto, com uma tomada padrão, e você ter que ficar colocando adaptadores, ou produtos mais antigos, sendo colocados em adaptadores para ligar nas tomadas novas, ou mesmo cortando os fios, toda a segurança que foi o objetivo da mudança na padronização é perdido.

    Isso é uma longa discussão.

    Abraços
    Vitor

  4. […] This post was mentioned on Twitter by Thiago O. de Araújo, techbits. techbits said: Tomadas: reserva de mercado sem reserva http://migre.me/fCH6 […]

  5. Alguem se passou pelo Fugita neste post. Todo padrão novo de tomada SEMPRE tem problemas. O antigo padrão brasileiro não é aquela bolinha com o traço ao lado, servindo 2 tipos de tomadas diferentes.

    Sempre que entra um padrão novo temos vários problemas de adaptação, vide a TV digital que criamos um padrão próprio e tecnológicamente mais avançado (como o Pal-M era em relação aos concorrentes).

    Para isso existe os adaptadores que servem para as pessoas irem adaptando seus equipamentos aos padrões novos.

    Leia em http://www.inmetro.gov.br/pluguesetomadas/duvidas.asp

  6. Oi, Fugita!

    Zeitgeist, sábado aconteceu a mesma coisa, fui com o Marcio comprar um notebook p/ a tia dele. Acabamos escolhendo um HP e… veio com o plugue novo. O cara da loja atá indicou uma loja de material elétrico que tem no mesmo shopping, mas nao tinha. Fomos em outra e o vendedor sugeriu serrar o pino sobressalente, que ele faria ali mesmo, heheheheh. Não topamos e a tia ainda está sem usar o micro…

  7. Existem sim adaptadores no mercado. Fiz uma obra a pouco e so tem pra vender espelho no padrao novo mas existem adaptadores pra outras tomadas sim.

  8. 8. dOg disse em 6 jan 2010 - 13:48

    É tudo questão de adaptação! Com o tempo tudo vai padronizando… e vai surgir novos adaptadores para isso! ou não? õ.õ

  9. Fugita san,

    O novo padrão veio pra ficar, mas não soube de nenhuma proibição de venda para adaptadores. Encontrei de vários tipos, sem dificuldade nenhuma em lojas diferentes, incluindo o Carrefour, que é um mercado popular.

    O padrão de 2 pinos é 100% compatível com as tomadas existentes, já o de 3 pinos, reservado apenas para equipamentos que recomendam o uso do fio terra (estranhei um notebook vir com ele, já que a maioria vem com estabilização na fonte e não possuem fio terra) como máquinas de lavar, microondas, etc.

    A novidade é estudada há anos e vem sendo implementada com prazos estabelecidos, divulgados e já foram relaxados algumas vezes. Faltou foi divulgação da mídia especializada. Eu mesmo escrevi um texto em 2007 sobre o tema (http://tecnocracia.com.br/arquivos/mudancas-nos-plugues-e-tomadas-eletricas-residenciais) e só recentemente ele vem sendo alvo de visitas e comentários, alguns muito interessantes por sinal.

    A falta de adaptador deve ser apenas uma infeliz coincidência, por conta da demanda alta. Fala com teu irmão dar uma olhada no carrefour que ele acha.

    Ah! Não apoio a gambiarra sugerida de arrancar o pino central. Vai fazer a tomada caber, claro, mas elimina o fio terra e expõe o equipamento.

    Abraço caloroso direto de Salvador ;-) #FeriasBA

  10. 10. André disse em 6 jan 2010 - 20:28

    Apesar de todos os pesares, o padrão adotado pelo Brasil é internacional (IEC 60906-1). Óbvio que haverá problemas de adaptação, mas não acho que seja uma desgraça pelada… Compro algumas bugigangas do DealExtreme e me impressiono por todos eles até o momento terem os plugues corretos para o nosso padrão além do americano, inglês, etc.

  11. 11. Semtex disse em 12 jan 2010 - 02:11

    Cebola,

    O padrão é parecido com o europeu, mas lá se usa 220V! A tomada pinos chatos e polarizado (um pino maior que o outro) é americano, onde a tensão é 115V. A alegação da Associação Bestial de Normas Técnicas é que aumentaria a segurança. Pura bobagem, pois muitos aparelhos precisarão de adaptadores. É mais uma tacada socialista, onde é “tudo pelo estado, nada fora do estado, ninguém contra o estado”! Veja o caso das TV digital: aqui nos EUA o padrão foi definido por um acordo entre as indústrias; no Brasil, O Governo é quem define. HD DVD ou Bluray? No Brasil seria o raio verde-amarelo… Quer beber meia lata de cerveja e dirigir? Não pode. A lei anterior estipulava um máximo 0.08 mg/dL, agora é zero. Não era necessário alterar a lei para começar a comprar bafômetros, não é mesmo?

    “Tutto nello Stato, niente al di fuori dello Stato, nulla contro lo Stato”, Benito Mussolini

  12. 12. Victor Costa disse em 15 jan 2010 - 15:30

    De fato, como foi dito aí em cima, existem adaptadores, o aumento na segurança é um argumento válido, mesmo que não seja esse o real intento do governo e não vejo porque uma pessoa que compre uma tv nova ou um notebook novo não possa comprar uma tomada nova também.
    Sou a favor da padronização, gostei do novo desenho e fiquei satisfeito com a segurança que ele fornece. Lembrando que segurança para pessoa, para evitar enfiar alguma tranqueira na tomada, também está regulamentado pela NR10 que é a nova revisão para instalações elétricas no país obriga o uso de um dispositivo que percebe a fuga de elétrons e interrompe o fluxo de energia antes mesmo que a pessoa consiga sentir o choque.

  13. Na verdade, o uso de adaptadores não está proibido. Pelo contrário, o Inmetro exige a certificação desses produtos, veja:

    7) Mas o que vou fazer com os 20 % (vinte por cento) dos aparelhos que atualmente não são contemplados com a conectividade?

    Para a conexão desses aparelhos, será necessária a utilização de adaptadores. Mas ressaltamos que, para estes casos, o ideal é trocar a tomada.
    O Inmetro ciente da utilização de adaptadores, elaborou o Regulamento de Avaliação da Conformidade – RAC, que tornará compulsória a certificação desses produtos.

    Fonte: http://www.inmetro.gov.br/pluguesetomadas/duvidas.asp

    Além disso, pra que fazer gambiarra na tomada da TV nova? O padrão atual para os plugues é completamente compatível com a maioria das tomadas que temos aqui. Só não encaixa direito naquelas réguas que têm os furos todos alinhados. Mas aí o problema é da régua.

  14. Já tem uns adaptadores vendendo, pelo menos dá para usar gadgets comprados no exterior

    https://www.kabum.com.br/cgi-local/kabum3/produtos/descricao.cgi?id=01:02:20:103:492

  15. Acho que se for para melhorar a segurança como um todo é valido a mudança.

  16. 16. Avelar Livio dos Santos disse em 23 fev 2010 - 00:18

    É tomada “Padrão Cabeça de Bagre”. Mas pode crer, isto é idédia de mafioso, gente interessada criar reserva de mercado, monopólio, etc. O governo adora isso pq estes políticos FDP levam 50% do valor das tomadas pro mensalão. Vcs sabiam que o governo está pensando em estatizar as padarias? Nem eu. Mas quem cria uma tomada deste tipo pensa em todas as maneiras de ferrar com a sociedade.

  17. Fugita, infelizmente no Brasil a ABNT é composta principalmente por representantes da industria. Esta questão do padrão Brasileiro é discutida por todos, é uma imposição e esta questão de proibir a venda de tomadas de outros padrões é de fato o que você chama de reserva de mercado sem reserva, ou seja uma imposição legal, com base em uma norma técnica, uma brecha perigosa, se pensarmos que podem existir normas técnicas que afetam a nossa querida liberdade na web.

    Felizmente temos representantes parlamentares que estão preocupados com isto, como é o caso do deputado Paulo Azeredo ( http://bit.ly/9mObQz ) e o Celso Russomano ( http://bit.ly/apUadL ).

    Eu pessoalmente acho esta normatização absurda e precisa ser derrubada, principalmente porque ela abre uma brecha perigosa como citei acima.

  18. A única coisa que tenho contra o padrão brasileiro de plugues e tomadas é colocá-lo em todo o Brasil: deveria ser limitado apenas aos locais com tensão elétrica de 220V, assim como 80% do mundo civilizado.

    O resto do país, que usa o despadrão de 127V, devia utilizar a tomada norte-americana, utilizada na maior parte dos países com tensões 100/110/115V, coisa de 20% do globo terrestre.

  19. Eu também não vi nenhuma proibição de adaptadores para este novo formato.

    Eu acho que não é reserva de mercado, é reserva política. Nada melhor que permanecer na mídia (mesmo que negativamente) por impor um novo padrão.

    Assim foi com a nova ortografia da língua portuguesa (só o Brasil usa) e assim será com esse novo padrão. Somente mais uma dor de cabeça.

  20. 20. linkkei disse em 17 set 2011 - 23:12

    Sempre que entra um padrão novo temos vários problemas de adaptação, vide a TV digital que criamos um padrão próprio e tecnológicamente mais avançado (como o Pal-M era em relação aos concorrentes). Visite nosso agregador de link: diretorio linkkei

  21. 21. Avelar disse em 19 dez 2011 - 14:45

    Este é o Padrão CAbeça de Bagre. Idiotas do governo metido a nacionalistas entenderam que criando uma tomada cabeça de bagre os aparelhos teriam que ser fabricados aqui e toda a indústria internacional prestaria atenção no Brasil por ter criado uma tomada totalmente contrária ao padrão universal. Coisa desses imbecís do governo. Resultado, o povo otário terá que pagar duas tomadas: Se manter sua instalação no padrão universal terá que comprar um adaptador para o padrão Cabeça de Bagre, se mudar sua instalação para o padrão Cabeça de Bagre terá que comprar adatador para os eletrodoméstico antigos. Emfim, tem que matar o FDP que autorizou isto.

  22. 22. Cil disse em 16 jan 2012 - 13:52

    Acabei de comprar um notebook HP que veio com essa porcaria de padrão. Agora lá vou eu atrás de adaptador para colocar na tomada do escritório. Em casa não é problema porque TODAS

    Além do notebook, tenho um microondas novo em folha que foi comprado um ano e meio atrás e antes da entrega do meu imóvel, que já veio com essas tomadas novas, parado por ser a tomada do padrão americano. Só liguei no adaptador para ver se estava tudo ok com o equipamento. O argumento da segurança vai pras cucuias com o uso de adaptadores… ou alguém tem coragem de deixar um microondas ligado em um adaptador por 50 minutos?

    Pior é minha máquina de lavar

  23. 23. Cil disse em 16 jan 2012 - 13:59

    Pior é minha máquina de lavar que utiliza 2 adaptadores… DOIS ADAPTADORES PARA FUNCIONAR. A minha máquina tem uma tomada de dois pintos redondos e a própria tomada é redonda. Então ela não cabe nos adaptadores que vendem por aqui já que a tomada é recuada dentro do mesmo. Resultado: eu ligo a tomada em um adaptador mais fino de dois pinos, coloco no outro adaptador e ligo este na tomada. Grande segurança!!!

    Uma extensão do novo padrão teve que ser serada justamente para que eu pudesse usar com os adaptadores porque estes não cabiam nas mesmas em função das tomadas ficarem dentro de uma cavidade. Aliás, a presença daquela cavidade é uma beleza para entrar água/água ficar empossada né não?

    O problema maior não é nem o novo padrão, mas foi a proibição da venda das tomadas com o padrão antigo, como se o governo quisesse que nós jogássemos fora nossos equipamentos por conta da bosta da tomada.

    Felizmente, comprei tomadas usadas no ML. Será que agora até tomadas teremos que importar??? Enquanto isso, as montadoras de carroças instaladas no BR ganharam 5 anos para GRADATIVAMENTE inserir airbag e ABS de série nas traquitanas que elas montam aqui. O que lobby não faz!

  24. Tomadas brasileiras nem sempre são seguras, nem autorizadas pelo governo

  25. Sem contar…que só eu, já presenciei uns 3 padrões diferentes em menos de 10 anos.

  26. 26. Matheus Henrique disse em 25 jun 2013 - 20:58

    É realmente preocupante isso, do jeito que as coisas andam vamos ter que fazer umas gambiarras malucas pra usar os gadgets…

    Meu blog também é de tecnologia, quem quiser conferir

    http://mobilebit.com.br/

    Obrigado ;D

  27. Muito boa a matéria…irei recomendar o site…..!

  28. Have you ever thought about publishing an e-book or guest authoring on other blogs? I’ve a blog based on the same concepts you discuss and would actually like to have you share some stories/information. I know my visitors would enjoy your function. In case you are even remotely interested, feel totally free to send me an e mail.

Deixe um comentário

Faça apenas comentários relacionados a este post. Caso tenha dúvidas, sugestões, críticas, ou queira discutir qualquer outro assunto que não esteja relacionado a este post, entre em contato pelo formulário ou através do email contato@techbits.com.br

Siga-nos no Twitter Nossa página no Facebook Assine o RSS Receba os posts pro email